EUA

Trump identifica o único problema da economia americana: a Fed

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.
REUTERS/Jonathan Ernst
Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. REUTERS/Jonathan Ernst

Num tweet na véspera de Natal, o presidente americano atacou as políticas monetárias da reserva Federal Americana.

Foram 277 caracteres que Donald Trump usou para atacar a Reserva Federal Americana, depois da Fed ter decidido, na última semana, subir os juros nos EUA, contra o que o presidente americano defendia.

Esta segunda-feira, véspera de Natal, Trump atacou a Fed no Twitter. “O único problema que a nossa economia tem é a Fed. Não têm percepção de mercado, não percebem as guerras comerciais necessárias ou o dólar forte ou sequer o shutdown democrata sobre as fronteiras. A Fed é como um bom golfista sem pontos porque não tem “toque” e não marca”, escreveu Trump.

O presidente dos EUA defendia uma manutenção das taxas de juro e, depois da decisão da Fed, Trump chegou a ponderar demitir o presidente da Reserva Federal, Jerome Powell. “É incrível que, com um dólar muito forte e praticamente sem inflação, com o mundo lá fora a rebentar em cima de nós, com Paris a arder e a China a vir por aí abaixo, a Fed esteja sequer a considerar outra subida das taxas de juro”, disse o presidente americano na última semana.

Além de subir os juros, a Fed manteve ainda a mensagem de que os juros são para continuar a subir em 2019. “O Comité julga que algumas subidas graduais no intervalo da taxa dos fundos federais será consistente com uma expansão sustentada da atividade económica, condições mais fortes do mercado de trabalho e de uma inflação perto do objetivo de 2% no médio prazo”, escreveu a instituição liderada por Jerome Powell.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

O advogado e porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP), Pardal Henriques (C), acompanhado pelo presidente do sindicato, Francisco São Bento (D), à saída da reunião com o governo. (MANUEL DE ALMEIDA/LUSA)

Pardal Henriques deixa de ser porta-voz do Sindicato dos Motoristas

TIAGO PETINGA/LUSA

Sindicato faz greve “cirúrgica” às horas extra entre 7 e 22 de setembro

Outros conteúdos GMG
Trump identifica o único problema da economia americana: a Fed