Coronavírus

Turismo de Portugal reforça apoio ao setor

(Diana Quintela / Global Imagens)
(Diana Quintela / Global Imagens)

O Turismo de Portugal está apostado em reforçar o apoio às empresas de turismo e a comunicação que é feita junto dos turistas.

O Turismo de Portugal quer reforçar o apoio às empresas de turismo e a comunicação que é feita junto dos turistas. “O movimento Turismo#PorTodos lançado pelo Turismo de Portugal inclui medidas para apoiar os agentes do setor, ajudar os turistas e contribuir para o bem-estar dos residentes no país, através do reforço das equipas de apoio às empresas, da comunicação dedicada ao turista nas plataformas VisitPortugal e o apoio a uma plataforma de procura de alojamento para profissionais de saúde”.

Na plataforma TravelBI, que consta informação sobre os 25 mercados onde existem equipas do Turismo de Portugal, foi feito um reforço sistematizado desses mesmos mercados, existindo um resumo da situação sanitária e económica do país.

O portal VisitPortugal, um ponto de contacto com os turistas, está a ser adaptado para que os turistas que estão no país e querem regressar a suas casas, bem como aqueles que lá fora podem continuar a conhecer Portugal enquanto ficam em casa, possam ter informação atualizada.

“O Turismo de Portugal está a colaborar com a #Tech4COVID19, um movimento com mais de duas mil pessoas, entre engenheiros, designers, marketeers, profissionais de saúde e profissionais de outras áreas, no projeto desenvolvido para angariação de alojamento (Hotéis e Alojamento Local) para utilização por profissionais de saúde que não possam ou queiram regressar a casa por receio de contágio à família”, indica a instituição liderada por Luís Araújo em comunicado.

A autoridade de turismo nacional, em conjunto com a ALEP (associação que representa o alojamento local), a AHRESP (que representa a hotelaria, restauração e similares) e a AHP (que representa a hotelaria), vai promover a #Tech4COVID19 junto de unidades que queiram participar.

Estas não são as únicas medidas levadas a cabo pelo Turismo de Portugal no sentido de tentar minimizar os efeitos da propagação do novo coronavírus. Já esta semana, a instituição tinha anunciado, forma gratuita, “o alojamento disponível nas suas escolas de Setúbal (20 quartos), Faro (14 quartos) e Lamego (7 quartos) para utilização por profissionais de saúde que não possam ou queiram regressar a casa por receio de contágio à família”.

E que “as 12 escolas do Turismo de Portugal abriram as suas cozinhas para confecionar 2.500 refeições por dia, para instituições e profissionais dos setores essenciais, numa parceria com a Segurança Social”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
coronavirus turismo turistas

ISEG. Recessão em Portugal pode chegar a 8% este ano

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. JOÃO RELVAS/LUSA

Pedidos de lay-off apresentados por 33.366 empresas

coronavirus lay-off trabalho emprego desemprego

Rendimento básico incondicional? “Esperamos não ter de chegar a esse ponto”

Turismo de Portugal reforça apoio ao setor