balanço

Turismo no Norte dispara 50% em cinco anos

Fotografia: Amin Chaar/Global Imagens
Fotografia: Amin Chaar/Global Imagens

Foi a região que mais cresceu em número de hóspedes, neste verão, tendo recebido 1,8 milhões de visitantes

Há cada vez mais turistas a optar pelas paisagens do Norte nas férias de verão. Em cinco anos, entre 2015 e 2019, o número de hóspedes registados na região nos meses de junho, julho e agosto, disparou quase 50%. No verão de 2015, o Norte recebeu menos 600 mil hóspedes do que nos mesmo meses de 2019.

Nestes cinco anos, só os Açores ultrapassam o Norte em termos de crescimento de turistas, com uma subida de 65%.

Mas, neste verão, a região nortenha recebeu 1,8 milhões de hóspedes, mais 11% do que no mesmo período de 2018, tendo sido o maior crescimento do país.

Os números publicados ontem pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) revelam que a região também lidera a tabela das dormidas de não residentes desde o início do ano, com um crescimento de 11,5%.

O município do Porto já representa 6,2% do total das dormidas de turistas no país, sendo que 83% destes hóspedes são estrangeiros. Entre janeiro e agosto, o número de dormidas no Porto subiu quase 10%.

A Região Norte destaca-se ainda pelo peso do Alojamento Local, que já vale 21% de todas as dormidas de turistas. Só a Área Metropolitana de Lisboa, com 37%, regista um valor mais elevado.

Os dados do INE revelam um crescimento sustentado do turismo em todo o país desde o início do ano. Entre janeiro e agosto, Portugal recebeu mais de 18 milhões de visitantes, mais um milhão face ao mesmo período do ano passado.

Números que levam o Governo a acreditar que, mantendo-se este ritmo de crescimento no que ainda resta de 2019, “chegaremos aos 26 milhões de hóspedes no final do ano, o que compara com 19 milhões em 2015”, sublinha fonte da Secretaria de Estado do Turismo ao Dinheiro Vivo. Será um novo recorde para o turismo nacional que, no ano passado, atingiu a marca dos 25 milhões de turistas.

Já o mês de agosto ficou marcado por, pelo segundo ano consecutivo, ter sido ultrapassada a marca de 3 milhões de visitantes em Portugal. Face ao mesmo mês do ano anterior, o setor do alojamento turístico registou mais 200 mil hóspedes.

Apesar do aumento de visitantes, a estada média caiu para 2,88 noites e a taxa líquida de ocupação recuou para 68,3%. Os proveitos totais do setor cresceram 6,4% para 630 milhões de euros.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A Poveira, conserveira. Fotografia: Rui Oliveira / Global Imagens

Procura de bens essenciais dispara e fábricas reforçam produção ao limite

Fotografia: Regis Duvignau/Reuters

Quase 32 mil empresas recorrem ao lay-off. 552 mil trabalhadores em casa

coronavírus em Portugal (covid-19) corona vírus

266 mortos e 10 524 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Turismo no Norte dispara 50% em cinco anos