UE e Japão assinam acordo contra protecionismo

A Comissão Europeia estima que as exportações agroalimentares para o Japão cresçam em 180% com a nova parceria comercial.

A União Europeia (UE) e o Japão assinaram esta terça-feira, em Tóquio, um acordo de comércio livre que o presidente do Conselho Europeu considerou ser uma "mensagem clara" contra o protecionismo.

"Enviamos uma mensagem clara de que fazemos uma frente comum contra o protecionismo", disse Donald Tusk, em conferência de imprensa após a assinatura do acordo.

A UE e o Japão assinaram um Acordo de Associação Económica que, segundo uma declaração conjunta dos três líderes signatários, "envia uma mensagem poderosa de promoção do comércio livre, justo e regrado, e contra o protecionismo".

Este é o maior acordo comercial negociado pela UE. Irá facilitar, sobretudo, a entrada de produtos agroalimentares europeus no Japão, com a eliminação ou abaixamento de tarifas de importação. A Comissão Europeia projeta um aumento de exportações de 180%. No sentido inverso, facilitará a venda de partes automóveis japonesas na Europa.

A parceria irá também dar maior acesso de empresas europeias a empreitadas públicas no Japão - nomeadamente, na ferrovia.

O documento foi assinado por Donald Tusk, pelo presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e pelo primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, concluindo um processo negocial que se iniciou em 2013.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de