Turismo

Portugal e Espanha anunciam candidatura conjunta à UNESCO

Fotografia: Rui Manuel Ferreira/ Global Imagens.
Fotografia: Rui Manuel Ferreira/ Global Imagens.

Os dois países vão apresentar a candidatura da rota da viagem iniciada pelo português Fernão de Magalhães e terminada pelo espanhol Sebastião Elcano.

Os chefes da diplomacia de Portugal e de Espanha anunciaram esta quarta-feira em Madrid a apresentação conjunta de uma candidatura a património da humanidade da primeira viagem de circum-navegação do globo, depois de “dissipadas todas as dúvidas”.

“Decidimos que Portugal e Espanha, através dos seus embaixadores na UNESCO, irão apresentar conjuntamente a candidatura” da rota da viagem iniciada pelo português Fernão de Magalhães e terminada pelo espanhol Sebastião Elcano, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros.

Augusto Santos Silva acrescentou que irão ser dadas instruções aos embaixadores dos dois países na Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) para, “não só coordenarem a candidatura, como para envolverem na mesma” os países dos outros três continentes (América do Sul, Ásia e África) por onde essa viagem passou.

“Espero que fiquem dissipadas todas as dúvidas ou especulações sobre a descoordenação, dos desacordos, nas comemorações da circum-navegação Magalhães/Elcano”, disse por seu lado o chefe da diplomacia espanhola, Josep Borrell, ao mesmo tempo que insistia que Portugal e Espanha estavam “de mãos dadas” nessas comemorações.

O diário espanhol ABC noticiou no sábado passado, citando “fontes” do Ministério da Cultura do país vizinho, que o governo de Madrid iria pedir mais informações sobre a candidatura da rota de Magalhães apresentada por Portugal à UNESCO. Segundo o ABC, o governo português teria apagado o império espanhol da história ao quase não fazer referência ao nome de Sebastião Elcano ou o papel preponderante de Espanha na realização da viagem.

A viagem, a bordo da nau Victoria, começou em 20 de setembro de 1519, em Sanlúcar de Barrameda, no sul de Espanha, e terminou em 6 de setembro de 1522, no mesmo local. Fernão de Magalhães que planeou a viagem que acabou por ser financiada pelo reino de Espanha não terminou a expedição, uma vez que morreu nas Filipinas, em 1521, aos 41 anos, tendo esta sido concluída pelo navegador espanhol Sebastião Elcano.

Portugal e Espanha estão a organizar inúmeras iniciativas que terão lugar até 2021 para assinalar esta viagem histórica iniciada há 500 anos.

Augusto Santos Silva também teve uma reunião com a número dois do Governo espanhol, Carmen Calvo, que dirige a Comissão Nacional espanhola para as comemorações do quinto centenário da expedição.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Imagem de 2016 sobre as filas no atendimento para obter o passe do Metro, esta tarde na estação do Campo Grande em Lisboa. 
( Pedro Rocha / Global Imagens )

Passe Família já pode ser pedido. Mas prepare-se para a burocracia

Imagem de 2016 sobre as filas no atendimento para obter o passe do Metro, esta tarde na estação do Campo Grande em Lisboa. 
( Pedro Rocha / Global Imagens )

Passe Família já pode ser pedido. Mas prepare-se para a burocracia

Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

Programa Regressar arranca. Governo dá incentivo até 6500 euros a emigrantes

Outros conteúdos GMG
Portugal e Espanha anunciam candidatura conjunta à UNESCO