União Europeia tem 7% da população mundial e 23% da riqueza

Taxa de dependência dos mais velhos na UE vai duplicar até 2060

O Eurostat pegou numa série de indicadores - demográficos, económicos, sociais - e foi ver como é que, em cada um deles, a União Europeia compara com os outros países que integram o G-20. E o que nos mostram estes números? Que a EU detém um quarto (23,7%) da riqueza mundial, mas apenas 7,1% da população. Em 2060, o peso demográfico dos 28 Estados que Integram a União será ainda mais reduzido, prevendo-se que se situe então nos 5,3%. A China e a Índia continuarão a ser, por essa altura, os países mais populosos, mas também perderão peso em termos mundiais.

“A UE no mundo”. É este o nome do estudo divulgado pelo Eurostat esta quinta-feira e que entre o passado recente (os dados usados são essencialmente os de 2013) e as projeções para o futuro deixa alguns alertas à União Europeia. Exemplos? Com um número de nascimentos reduzido e uma esperança média de vida que agora está balizada nos 80 anos, a UE ostenta já a segunda maior taxa de dependência da terceira idade (27,5%) por comparação com os restantes 15 membros que integram o G20 (excluindo os cinco da EU), só ultrapassada pelo Japão (com 40,5%).

E como será esta taxa de dependência daqui a cerca de três décadas e meia? Pior, diz o estudo Eurostat. Para 2060 prevê-se que esta taxa de dependência dos mais velhos tenha aumentado para 50,2% na EU. Mas por essa altura a Coreia do Sul terá um rácio equivalente a 73,5% (agora está com 16,7%) e o Japão com 73,3%.

O PIB mundial, por seu lado, está (ou estava me 2013) distribuído da seguinte forma: a maior fatia, de 61,5%, centrava-se, sem margem para qualquer tipo de surpresa, nos restantes 15 membros do G20 (com os EUA a deterem sozinhos 22,2% e a China 12,1%), 23,7% na UE, enquanto o resto do mundo detêm 14,8% da riqueza produzida.

A dívida pública foi um conceito que entrou à força pela casa de todos os europeus – “empurrado” pela crise das dívidas soberanas – mas o conjunto dos países da UE não é o que possui o nível mais elevado de dívida em percentagem do PIB. Mais endividado que a média da EU surge ainda o Canadá com 88,8%. O primeiro lugar deste ‘campeonato’ pertence ao Japão (com 243,2%), seguindo-se os Estados Unidos com uma dívida que em 2013 chegava a 104,2% da riqueza alie produzida. No extremo oposto surge a Arábia Saudita, cuja dívida é de apenas 2,7%. Se os vários países da UE fossem considerados individualmente, as posições neste ranking seriam totalmente diferentes.

A UE surge ainda neste estudo como a região com a terceira maior percentagem de energias renováveis e onde, em média, por cada duas pessoas, uma tem um carro. – bem longe do carro por cada 10 habitantes que os números da Índia indicam.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Biedronka assegura 68% das vendas; Pingo Doce 24%

Jerónimo Martins vai impugnar coima de 24 milhões na Polónia

Parque Eólico

EDP Renováveis vende sete parques eólicos à Finerge em Espanha

Luís Máximo dos Santos é presidente do Fundo de Resolução.

Fundo de Resolução diz que comprador da GNB tinha a proposta “mais atrativa”

União Europeia tem 7% da população mundial e 23% da riqueza