Impostos

Unidade de Grandes Contribuintes ganha 3 divisões

António Mendonça Mendes, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais. Fotografia: D.R.
António Mendonça Mendes, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais. Fotografia: D.R.

Várias unidades e serviços da AT foram reformulados. Um deles, a Unidade de Grandes Contribuintes, ganhou 3 divisões.

A Unidade de Grandes Contribuintes (UGC) vai passar a ter três novas divisões. Esta é uma das mudanças que resulta do processo de reestruturação da Autoridade Tributária e Aduaneira, que visa adaptar a estrutura da administração fiscal a “um meio envolvente dinâmico e em constante mutação”.

De acordo com um despacho agora publicado, dentro da UGC será criada a Divisão de Pessoas Singulares, a Divisão de Justiça Tributária e a Divisão de Gestão de Créditos Tributários.

De uma forma geral, todas as Divisões e Serviços sofrem alterações, com a Divisão do IRS a passar a ter uma divisão de liquidação. No IMI, por exemplo, será criada uma divisão de administração e conceção e outra de liquidação e controlo.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
REUTERS/ Phil Noble

Empresas temem que brexit obrigue a despedimentos

Fotografia: Carlos Manuel Martins/Global Imagens)

Mais de 90% das famílias ganham com novas tabelas de IRS, mas pouco

Luís Manuel Moreira de Campos e Cunha, economista português, que foi Ministro das Finanças de Portugal, entrevistado da TSF.
Luís Manuel Moreira de Campos e Cunha
(Gerardo Santos / Global Imagens)

Luís Campos e Cunha: “A geringonça, do ponto de vista político, acabou”

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Unidade de Grandes Contribuintes ganha 3 divisões