ADSE

Utentes da ADSE vão 26% mais vezes ao médico do que quem tem seguros

Balcão da ADSE na Praça de Londres em Lisboa.
( Jorge Amaral/Global Imagens )
Balcão da ADSE na Praça de Londres em Lisboa. ( Jorge Amaral/Global Imagens )

O número de episódios de saúde é superior em sete dos oito escalões etários analisados.

Os beneficiários da ADSE vão cerca de sete vezes por ano aos hospitais privados. Os dos seguros vão cinco. Os dados, que refletem uma diferença de 26,4% foram apurados pela consultora Deloitte a pedido da Associação Portuguesa de Hospitalização Privada (APHP), avança o Jornal de Negócios, esta quarta-feira.

Uma parte destes consumos elevados pode ser explicada com o envelhecimento da população da ADSE, que terá uma idade média de 50 anos, contra os 42 nas seguradoras, segundo o estudo citado. Mas este fator não explica tudo. O número de episódios de saúde é superior em sete dos oito escalões etários analisados.

Outra das razões pode prender-se com o preço reduzido das consultas, de 3,99 euros no regime convencionado. Ou seja, em média cada episódio custa mais 30% aos beneficiários dos seguros. Mas, a ausência de limites na ADSE aos cuidados de saúde também podem explicar as diferenças.

“O combate à fraude existe, está é muito embrionário”, afirmou João Proença, presidente do conselho consultivo da ADSE, ao mesmo jornal.

José Pina, presidente da Future Healthcare, que através de uma plataforma faz a gestão de todos os processamentos e operações entre companhias de seguros e hospitais, salienta que existem “milhares de regas para controlar a fraude ou consumos excessivos”. O responsável garante que a “tecnologia existe. O que tem de se fazer é passar estas metodologias para outros subsistemas, incluindo a ADSE”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
: PÁGINAS : LIXO 08-09 NEGÓCIOS Eólicas + Opinião

Eólica vs. solar. Que energia dominará a Europa em 2030?

Turistas no Miradouro São Pedro de Alcântara, em Lisboa.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Ourém recua, Guimarães pondera. São já 8 os municípios que cobram taxa turística

Algarve, Portugal. Fotografia: D.R.

Algarve confiante numa estabilização do mercado britânico

Outros conteúdos GMG
Utentes da ADSE vão 26% mais vezes ao médico do que quem tem seguros