Segurança Social

Valor do Indexante dos Apoios Sociais sobe para 421,32 euros

O Rendimento Social de Inserção aumentou 1,7% no último mês do ano de 2014.

Valor de referência para o cálculo das pensões e outras prestações da segurança social, que não era atualizado desde 2009, sobe 2,30 euros.

O valor do Indexante dos Apoios Sociais (IAS), referencial determinante na fixação, cálculo e atualização das prestações de segurança social, vai subir para 421,32 euros em 2017.

A portaria publicada esta terça-feira em Diário da República refere que a atualização do IAS decorre do facto de o valor médio do crescimento real do PIB nos últimos dois anos se situar abaixo de 2% e que a variação média do índice de preços no consumidor nos últimos 12 meses, sem habitação, nos últimos 12 meses, ter sido de 0,52% em dezembro.

“A taxa de atualização do IAS é arredondada até à primeira casa decimal, ou seja, corresponde a 0,5%”, lê-se na portaria assinada pelos ministros das Finanças e do Trabalho.

O IAS não era atualizado desde 2009.

RSI fica nos 183,84 euros

De acordo com outra portaria publicada esta terça-feira, assinada pela secretária de Estado da Segurança Social, o governo decidiu uma nova reposição de 25% do corte verificado no Rendimento Social de Inserção (RSI) em 2012, fixando agora o valor de referência em 183,84 euros.

Em 2016, o executivo já tinha procedido a uma atualização do valor de referência do RSI que correspondeu a uma reposição de 25% do corte verificado em 2012.

O valor do RSI corresponde a 43,634% do valor do indexante dos apoios sociais. A portaria estabelece que este valor “aplica-se às prestações de RSI em curso e aos requerimentos que estejam pendentes de decisão por parte dos serviços competentes”. A governante determina ainda que, “após a data da sua entrada em vigor, o recálculo da prestação em todos os processos com base no valor de referência previsto” no diploma.

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
precários jovens licenciados

Jovens, precários e licenciados pagam ajustamento laboral da pandemia

Uma funcionária transporta máscaras de proteção individual na fábrica de confeções Petratex, em Carvalhosa, Paços de Ferreira, 27 de abril de 2020. HUGO DELGADO/LUSA

Mais de 60% dos “ausentes” do trabalho são mulheres

Obras da IP vão acabar com todas as passagens de nível entre Espinho e Vila Nova de Gaia. Exemplo da passagem de nível da Aguda. (Tony Dias/Global Imagens)

Obras na linha do Norte atrasam comboios a partir de 30 de agosto

Valor do Indexante dos Apoios Sociais sobe para 421,32 euros