Imobiliário

Vanguard investe 30 milhões em torre de 34 apartamentos nas Amoreiras

Foto: Vanguard Properties
Foto: Vanguard Properties

Promotora imobiliária vai converter edifício de escritórios num prédio de habitação.

Arrancam em janeiro as obras que vão transformar o número 11 da Avenida Conselheiro Fernando de Sousa na “A´Tower”. A promotora imobiliária Vanguard Properties vai investir 30 milhões de euros no edifício da zona das Amoreiras, em Lisboa, que passará a ser um prédio de habitação com 34 apartamentos, com tipologias que variam entre o T1 e o T5.

Segundo o comunicado enviado pela promotora, as obras do até agora edifício de escritórios estarão concluídas em julho de 2020. Mas a venda dos apartamentos arranca já este mês.

O edifício, que foi adquirido pela Vanguard no final de 2016, tem 15 andares e três caves, que serão transformadas em parque de estacionamento. Será ainda acrescentado um 16º piso, destinado a uma piscina exterior.

O projeto de reconversão do imóvel estará a cargo do atelier Saraiva + Associados. A promotora vai ainda lançar um concurso para uma “intervenção artística” a incluir numa das fachadas laterais do imóvel.

A Vanguard Properties, que é detida por Claude Berda e José Cardoso Botelho, tem investido nos últimos anos no setor imobiliário em Portugal. Juntamente com a Amorim Luxury, a promotora lidera o consórcio que subscreveu o contrato de promessa de compra e venda dos terrenos da Herdade da Comporta.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

LUÍS FORRA/LUSA

Dia 7. Patrões e motoristas divididos por 50 euros

Motoristas em greve junto à saída da sede da Companhia Logística de Combustíveis (CLC), em Aveiras de Cima, durante a greve por tempo indeterminado dos motoristas de matérias perigosas e de mercadorias, Azambuja, 16 de agosto de 2019. Portugal está, desde sábado e até às 23:59 de 21 de agosto, em situação de crise energética, decretada pelo Governo devido a esta paralisação, o que permitiu a constituição de uma Rede de Emergência de Postos de Abastecimento (REPA), com 54 postos prioritários e 320 de acesso público. TIAGO PETINGA/LUSA

Greve dos motoristas: atenções voltadas para plenário de trabalhadores

Outros conteúdos GMG
Vanguard investe 30 milhões em torre de 34 apartamentos nas Amoreiras