Imobiliário

Vanguard investe 30 milhões em torre de 34 apartamentos nas Amoreiras

Foto: Vanguard Properties
Foto: Vanguard Properties

Promotora imobiliária vai converter edifício de escritórios num prédio de habitação.

Arrancam em janeiro as obras que vão transformar o número 11 da Avenida Conselheiro Fernando de Sousa na “A´Tower”. A promotora imobiliária Vanguard Properties vai investir 30 milhões de euros no edifício da zona das Amoreiras, em Lisboa, que passará a ser um prédio de habitação com 34 apartamentos, com tipologias que variam entre o T1 e o T5.

Segundo o comunicado enviado pela promotora, as obras do até agora edifício de escritórios estarão concluídas em julho de 2020. Mas a venda dos apartamentos arranca já este mês.

O edifício, que foi adquirido pela Vanguard no final de 2016, tem 15 andares e três caves, que serão transformadas em parque de estacionamento. Será ainda acrescentado um 16º piso, destinado a uma piscina exterior.

O projeto de reconversão do imóvel estará a cargo do atelier Saraiva + Associados. A promotora vai ainda lançar um concurso para uma “intervenção artística” a incluir numa das fachadas laterais do imóvel.

A Vanguard Properties, que é detida por Claude Berda e José Cardoso Botelho, tem investido nos últimos anos no setor imobiliário em Portugal. Juntamente com a Amorim Luxury, a promotora lidera o consórcio que subscreveu o contrato de promessa de compra e venda dos terrenos da Herdade da Comporta.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

1400 empresas já pediram para aderir ao novo lay-off, apoios só a 28 de abril

Algarve, Portugal. Fotografia: D.R.

Algarve lança campanha. “Fiquem em casa para regressarem com mais saudade”

Veículos da GNR durante uma operação stop de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, na Autoestrada A1 nas portagens dos Carvalhos/Grijó no sentido Sul/Norte, Vila Nova de Gaia, 29 de março de 2020. MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Mais de 80 detidos e 1565 estabelecimentos fechados

Vanguard investe 30 milhões em torre de 34 apartamentos nas Amoreiras