Coronavírus

Venda de casas em Lisboa e Algarve diminui em março

lisboa turismo casas
Lisboa. (Foto: Joel Filipe/Unsplash)

As duas áreas mais dinâmicas no mercado de compra de casa tiveram diminuições na número de imóveis comercializados em março.

A venda de casas começou logo a sentir os efeitos da pandemia de Covid-19 no mês de março. O Estado de Emergência entrou em vigor a 19 de março e, de acordo com os indicadores de contexto para a pandemia, publicados esta sexta-feira, pelo INE, as duas regiões com maior dinamismo no mercado de compra de habitação, a Área Metropolitana de Lisboa e o Algarve, tiveram “reduções no número de vendas de alojamentos familiares em março 2020, face ao período homólogo”.

No terceiro mês deste ano, foram assinados 2,2 novos contratos de arrendamento por mil alojamentos familiares clássicos, de acordo com o gabinete de estatística. Tanto a Área Metropolitana de Lisboa como o Algarve ficaram abaixo da referência nacional no que diz respeito ao número de novos contratos de arrendamento por mil alojamentos familiares clássicos.

“Em março de 2020, verificou-se em Portugal e nas sete regiões NUTS II, uma diminuição do número de novos contratos de arrendamento por mil alojamentos familiares clássicos face ao mesmo mês no ano anterior, destacando-se a Região Autónoma dos Açores com a maior variação homóloga: -39%” pode ler-se no documento do INE

“Em março foram vendidos cerca de seis alojamentos por mil alojamentos familiares clássicos em Portugal o que compara com vendas de 6,15 em março do ano anterior e 6,66 em fevereiro de 2020”.

Todas as regiões do País, excepto a Área Metropolitana de Lisboa e o Algarve, tiveram um número de vendas por mil alojamentos familiares inferior à referência nacional, destacando-se com valores inferiores a 5, o Centro (4,49) e o Alentejo (4,70). “A Área Metropolitana de Lisboa e o Algarve apesar de verificarem um valor de vendas por mil alojamentos familiares clássicos acima da referência nacional observaram, em março de 2020, uma diminuição deste valor face ao período homólogo: -2,1% e -0,9%, respetivamente. Para além destas regiões, o Centro (-3,7%) e o Norte (- 3,3%) verificaram também, em março de 2020, uma diminuição do número de vendas por mil alojamentos familiares clássicos em comparação com o mesmo mês no ano anterior”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ilustração: Vítor Higgs

Indústria têxtil em força na principal feira de Saúde na Alemanha

O Ministro das Finanças, João Leão. EPA/MANUEL DE ALMEIDA

Nova dívida da pandemia custa metade da média em 2019

spacex-lanca-com-sucesso-e-pela-primeira-vez-a-nave-crew-dragon-para-a-nasa

SpaceX lança 57 satélites para criar rede mundial de Internet de alta velocidade

Venda de casas em Lisboa e Algarve diminui em março