Vendas de casas cresceram 30%

As vendas de casas estão a subir em Portugal. Gradualmente desde o final de 2013, a procura de habitação para compra tem-se mostrado positiva e, em março, as transações no mercado residencial cresceram 28,9% em relação a igual período de 2013.

Em abril, segundo o inquérito mensal de conjuntura do Gabinete de

Estudos da APEMIP, nada menos de 30,8% dos inquiridos mencionaram

transações acima do normal em relação ao período homólogo. As

áreas metropolitanas do Porto e de Lisboa foram as zonas do País

onde a procura de imóveis para compra foi mais significativa, com

aumentos na ordem dos 25% a 30%.

No total de vendas do primeiro trimestre, 14% corresponderam a

investimento estrangeiro. E segundo a APEMIP, dos cerca de 3500

estrangeiros que investiram em Portugal, 800 são britânicos, 550

são chineses e 550 são franceses.

No top das nacionalidades que mais investiram em Portugal estão,

ainda, alemães (180), brasileiros (170), espanhóis (140) e belgas

(130). Estima-se que, este ano, o investimento total estrangeiro

oscile entre 1,5 a dois mil milhões de euros.

Números para os quais a Era Portugal contribuiu. O diretor-geral,

Miguel Poisson, adianta que a empresa fechou o primeiro trimestre com

um "aumento de vendas na ordem dos 36%, tanto em número de imóveis

como em valor de faturação".

Quanto ao preço de venda, este responsável assume que, em

algumas zonas, os preços já estão a começar a recuperar, mas

"muito ligeiramente ainda".

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de