Vendas de hotéis em Portugal subiram 4% desde março, diz estudo

Estudo realizado pelo portal imobiliário Idealista, sobre o setor hoteleiro, revela que a oferta de hotéis à venda em Portugal aumentou com o estado de emergência. Região centro lidera a subida.

O portal imobiliário Idealista, realizou um estudo sobre a oferta de hotéis em Portugal desde março e concluiu que, "por coincidência ou consequência" da pandemia de covid-19, há mais unidades hoteleiras no mercado à procura de dono.

De acordo com os dados revelados pelo Idealista, no final de outubro de 2020 havia cerca de 166 hotéis para venda em Portugal - um aumento de 4%, relativamente ao mês de março, quando foi declarado o estado de emergência.

No que respeita às zonas do país onde existem mais hotéis anunciados para venda, é a região do Centro que lidera a tabela, com 53 unidades no final de outubro, em comparação às 46, de março - um aumento de 15%, seguindo-se a região Norte e o Algarve, com 37 e 29 unidades à venda em outubro, respetivamente.

Há "unidades hoteleiras para transacionar em todas as regiões do país", aponta o Idealista, referindo que este cenário já se verificava no final de março.

Na região da Madeira, verificou-se um aumento de 100% - "cinco estabelecimentos em março e dez em outubro". Já na região Norte e Lisboa, "há agora menos hotéis à venda: 37 e 17" (respetivamente), revela o portal imobiliário, referindo uma diminuição de 21 e 19%.

É nos Açores onde há menos unidades hoteleiras - quatro, concretamente - para serem transacionadas. "Em março, eram três, o que corresponde a um aumento de 33%", explica o Idealista, de acordo com os dados obtidos na sua análise.

Hotéis à venda, por distrito

O estudo realizado pelo portal imobiliário Idealista permitiu ainda saber quais os distritos de Portugal onde a venda de hotéis lidera.

É em Faro, no Algarve, onde há mais unidades hoteleiras anunciadas para venda - cerca de 29, no final de outubro -, seguindo-se o Porto, com 20, Lisboa, com 17, Leiria, com 15, e Viseu, com 12.

No fim da lista, encontra-se os distritos de Castelo Branco, em que em outubro não havia uma única unidade para venda, Beja, com apenas uma no mercado, e, por fim, Viana do Castelo, Guarda e Portalegre, com duas.

A análise promovida pelo Idealista, concluiu ainda que é nas regiões do Algarve e Lisboa onde se encontram os hotéis mais caros para venda em Portugal, sendo o empreendimento turístico de quatro estrelas localizado na zona da praia da Oura, em Albufeira, o mais caro, com um custo de 36 milhões de euros.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de