Brexit

Britânicos não vão sentir alterações do Brexit quando visitarem Portugal

Pedro Siza Vieira, ministro Adjunto e da Economia. Foto: REUTERS/Rafael Marchante
Pedro Siza Vieira, ministro Adjunto e da Economia. Foto: REUTERS/Rafael Marchante Siza Vieira; ministro da Economia

Nada vai mudar, assegura o governo. Plano de Contingência para a saída do Reino Unido é apresentado esta sexta-feira

Nem vistos nem filas para extra-comunitários. Os turistas britânicos que viajem para Portugal não vão sentir quaisquer mudanças independentemente da forma como o Reino Unido saia da União Europeia. A garantia foi dada esta quarta-feira pelo ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, na cerimónia de abertura da Bolsa de Turismo de Lisboa.

“O que queremos assegurar é que os turistas britânicos não vão precisar de vistos de entrada, vão continuar a poder aceder por canais especiais sem se confundirem com os outro passageiros de países terceiros, e vão continuar a beneficiar da utilização de serviços públicos como se fossem cidadãos da União Europeia. Isto significa que contrariamente ao que está a suceder com outros países, os turistas britânicos em Portugal não terão alteração na forma como serão recebidos”, adiantou o governante.

O governo tem estado a preparar um plano de contingência para o Brexit, que será apresentado na próxima sexta-feira. Esta será, portanto, uma das medidas em causa e que o Executivo espera atenuar a quebra no número de Britânicos a visitar Portugal.

Mas Pedro Siza Vieira também deu boas notícias. “Conseguimos recuperar a capacidade aérea no aeroporto de faro. Janeiro e fevereiro a chegada britânicos ultrapassaram os 16% face ao período homologo do ano anterior”. Em dois anos, o receio do Brexit e a desvalorização da libra tiraram ao Algarve 250 mil turistas.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O empresário Joe Berardo à chegada para a sua audição perante a II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco, na Assembleia da República, em Lisboa, 10 de maio de 2019. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Joe Berardo: “Tenho servido de bode expiatório”

Carlos Costa. Foto: JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

BdP vai divulgar relatório dos grandes devedores mas incompleto

O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: José Sena Goulão/Lusa

Centeno assegura clarificação das dúvidas do BCE

Outros conteúdos GMG
Britânicos não vão sentir alterações do Brexit quando visitarem Portugal