vistos gold

Vistos gold: Miguel Macedo absolvido de todos os crimes

Miguel Macedo, antigo ministro da Administração Interna, alegadamente envolvido na aquisição de vistos gold com indícios de corrupção à chegada ao  Juízo Central Criminal, Juiz 15, Campus da Justiça, Parque das Nações, Lisboa, 21 de dezembro de 2018. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA
Miguel Macedo, antigo ministro da Administração Interna, alegadamente envolvido na aquisição de vistos gold com indícios de corrupção à chegada ao Juízo Central Criminal, Juiz 15, Campus da Justiça, Parque das Nações, Lisboa, 21 de dezembro de 2018. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

A leitura do acórdão do processo dos 'Vistos Gold' está a decorrer esta sexta-feira no Campus da Justiça, em Lisboa.

O ex-ministro da Administração Interna Miguel Macedo foi esta sexta-feira absolvido de três crimes de prevaricação de titular de cargo político e um crime de tráfico de influência, no processo Vistos Gold.

O tribunal não deu como provado que Miguel Macedo, que se demitiu do cargo no seguimento do processo, tivesse cometido os crimes de que foi acusado pelo Ministério Público.

Também o ex-diretor do SEF Jarmela Palos, que chegou a estar em prisão preventiva, foi absolvido de um crime de corrupção passiva e dois de prevaricação, com o juiz a referir que “o tribunal não teve quaisquer dúvidas”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Caixa Geral Depósitos CGD Juros depósitos

Caixa perdeu 1300 milhões com créditos de grandes devedores

Ursula von der Leyen foi o nome nomeado para presidir à Comissão Europeia. (REUTERS/Francois Lenoir)

Parlamento Europeu aprova Von der Leyen na presidência da Comissão

Christine Lagarde, diretora-geral demissionária do FMI. Fotografia: EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA

Christine Lagarde demite-se da liderança do FMI

Outros conteúdos GMG
Vistos gold: Miguel Macedo absolvido de todos os crimes