Vítor Gaspar: “Aqui não há gato nenhum”

Vítor Gaspar em livro
Vítor Gaspar em livro

Vítor Gaspar tentou dar os parabéns ao deputado comunista, Honório Novo, pelo seu aniversário, mas este mostrou-se pouco recetivo a manifestações “calorosas”.

Honório Novo fez hoje uma intervenção na qual questionou o ministro sobre as várias incongruências e sobre as linhas “erradas” e “destrutivas” do programa de ajustamento português. E levantou várias dúvidas sobre a consistência da execução orçamental deste ano.

Na sua resposta, Gaspar tentou dirigir-se ao aniversariante do PCP “com especial calor”, ao que o parlamentar ripostou: “Deve ter sido o meu gato que lhe disse”.

Gaspar devolveu a ironia com uma gargalhada e disse, ainda a rir: “Senhor deputado, aqui não há gato nenhum”. O ambiente na sala do Parlamento era de riso geral, com a exceção de Honório Novo, o visado.

“Há é gato escondido com rabo de fora”, rematou o comunista.

O gato de Honório Novo, que existe mesmo e chama-se “Gaspar”, já tinha sido motivo de troca de palavras entre os dois políticos no passado, mas na altura o tom foi mais ligeiro e bem disposto da parte dos dois intervenientes.

Hoje, o parlamentar do PCP mostrou-se visivelmente irritado pela aproximação mundana de Gaspar.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
2. Os telemóveis desvalorizam até 78% do investimento num ano

Burlas com SMS custam um milhão por ano aos consumidores

Ana Jacinto, secretária-geral da Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) antes de uma entrevista, esta manhã nos estúdios TSF.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Ana Jacinto. Hotelaria e restauração precisam de mais de 40 mil trabalhadores

Austin, EUA

Conheça o ranking das cidades mais desejadas pelos millennials em 2020

Vítor Gaspar: “Aqui não há gato nenhum”