Automóvel

Volkswagen regista queda do lucro em 86,1% até março

( João Girão / Global Imagens )
( João Girão / Global Imagens )

Devido à pandemia do novo coronavírus verificou-se uma redução nas vendas. Empresa tomou medidas para "reduzir os custos e garantir a liquidez".

O grupo fabricante de automóveis alemão Volkswagen alcançou no primeiro trimestre do ano um lucro de 405 milhões de euros, 86,1% menos do que no mesmo período do ano passado.

A Volkswagen informou hoje que a faturação baixou entre janeiro e março 55 milhões de euros, 8,3% menos do que em 2019 quando registou 60.012 milhões de euros.

Devido à pandemia do novo coronavírus verificou-se uma redução nas vendas e o diretor financeiro, Frank Witter, disse que foram tomadas medidas para “reduzir os custos e garantir a liquidez”.

O grupo começou a organizar gradualmente a produção industrial tendo sido retirados os prognósticos de lucro para 2020, após a queda do resultado operativo no primeiro trimestre por causa dos efeitos da pandemia.

Mesmo assim o grupo alemão prevê “conseguir benefícios operativos” durante o ano, mas muito abaixo dos que foram obtidos no ano passado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa. JOÃO RELVAS/POOL/LUSA

Governo cria complemento salarial até 350 euros para trabalhadores em lay-off

O primeiro ministro, António Costa, fala aos jornalistas durante a conferência de imprensa, 04 junho 2020, realizada no final da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio da Ajuda, em Lisboa.     MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

Banco de Fomento para Portugal com “aprovação provisória”

O primeiro ministro, António Costa, fala aos jornalistas durante a conferência de imprensa realizada no final da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio da Ajuda,  em Lisboa, 29 de maio de 2020. O Governo decidiu adiar a passagem para a terceira fase de desconfinamento na Área Metropolitana de Lisboa e criou regras especiais, sobretudo em atividades que envolvem “grande aglomerações de pessoas”.  MANUEL DE ALMEIDA/POOL/LUSA

Trabalhadores em lay-off passam a receber entre 77% e 92% do salário

Volkswagen regista queda do lucro em 86,1% até março