Eurostat

Zona euro. Excedente da balança comercial recua para 16,5 mil milhões em maio

Europa artigo 11 artigo 13
Foto: REUTERS/Henry Nicholls

A balança comercial externa de bens da zona euro registou, em maio, um excedente de 16,5 mil milhões de euros, abaixo do de 19,3 mil milhões do mesmo mês de 2017, segundo o Eurostat.

Na zona euro, as exportações para o resto do mundo recuaram 0,8% em maio, para os 189,6 mil ME, face aos 191,2 mil ME homólogos.

Já no que respeita às importações, estas atingiram em maio os 173,1 mil ME, uma subida homóloga de 0,7% (171,9 mil ME em maio de 2017).

Na União Europeia (UE), a balança comercial externa viu o seu excedente recuar para os 0,2 mil milhões de euros, face ao de 2,3 mil ME homólogos.

Em maio, as exportações da UE para o resto do mundo recuaram 2,7%, para os 160,9 mil ME e as importações diminuíram 1,4% para os 160,7 mil ME, face respetivamente, aos 165,4 mil ME e 163,0 mil ME do mesmo mês de 2017.

Segundo o gabinete de estatísticas da UE, as trocas comerciais dentro da zona euro estabeleceram-se nos 162,3 mil ME e entre os 28 Estados-membros nos 296,7 mil ME, uma subida homóloga de, respetivamente, 0,5% (161,5 mil ME) e 1,6% (290,1 mil ME).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
lisboa casas turismo salarios portugal

Taxa de juro do crédito à habitação cai para 1%

Lisboa, 18/02/2020 - Plenário da Assembleia da República - Debate quinzenal com o primeiro ministro.
Primeiro Ministro António Costa com os restantes ministros que compõem o governo.
Jerónimo de Sousa - PCP
(Leonardo Negrão / Global Imagens)

Jerónimo avisa Costa que “sem aumentos salariais” os “problemas vão aumentar”

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos (C), acompanhado pelo ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno e pelo presidente da CP, Nuno Freitas (E), na assinatura do contrato de serviço público entre o Estado e a CP, na Estação do Rossio, em Lisboa, 28 de novembro de 2019. JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

CP escapa a multas por atraso no contrato de serviço público

Zona euro. Excedente da balança comercial recua para 16,5 mil milhões em maio