Coronavírus

21% dos empregadores em Portugal exclui a hipótese de contratar este ano

recrutamento, equipa, startup
Fonte: Pixabay

Um inquérito feito pela Hays em Portugal durante este mês de abril indica que 21% dos empregadores exclui a hipótese de contratar em 2020.

Segundo um inquérito feito pela empresa de recrutamento Hays, 21% das empresas inquiridas exclui dos seus planos o recrutamento até ao final de 2020.

O inquérito feito a 244 empresas a atuar em Portugal, realizado na semana de 6 a 15 de abril, dá ainda conta de que 15% dos inquiridos pretende contratar agora e de forma gradual até ao final deste ano.

Já 30% das empresas ouvidas pela Hays neste inquérito anónimo refere que pretende voltar a recrutar quando a situação regressar à normalidade, enquanto 28% das empresas indicam não saber ainda quais as intenções de contratação.

O inquérito da empresa de recrutamento refere ainda quais são os perfis mais procurados para os próximos meses: comerciais (38%), profissionais da área de tecnologias de informação (29%), engenheiros (23%), profissionais de marketing e comunicação (16%) e ainda profissionais de suporte administrativo (14%).

“As últimas semanas geraram alguma incerteza no mercado laboral português. No entanto, os resultados do nosso inquérito revelam que a grande maioria dos empregadores não desistiram de contratar até ao final do ano, o que é um bom indicador de que as empresas estarão focadas em preparar as suas equipas para retomar a normalidade e os seus planos de crescimento assim que possível”, indica Paula Baptista, managing director da Hays Portugal, citada em comunicado.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Saídas para a reforma disparam 43% na função pública

Foto: DR

EDP flexibilizou pagamento de faturas no valor de 60 milhões de euros

Carteiros

CTT vão entregar cartão de cidadão em casa. Piloto arranca em Oeiras

21% dos empregadores em Portugal exclui a hipótese de contratar este ano