Leite

APROLEP – Aumento de um cêntimo aos produtores de leite “é insuficiente”

8_milk copo leite

Produtores de leite consideram um cêntimo de bónus "insuficiente" e alertam para o facto de ser apenas por dois meses

A Associação dos Produtores de Leite de Portugal (APROLEP) considera “insuficiente” o bónus de um cêntimo nos meses de novembro e dezembro, aos produtores de leite das cooperativas associadas na Lactogal, como foi anunciado na semana passada pela empresa.

Este “aumento temporário” do preço do leite ao produtor, dizem, “é positivo mas claramente insuficiente, ficando o valor recebido pelos produtores abaixo do custo estimado de produção, na ordem dos 35 cêntimos, e abaixo do valor médio previsto na União Europeia para outubro (36 cêntimos)”.

Além disso, sublinham em comunicado, “a referência a um ‘bónus’ apenas para dois meses é um pré – anúncio de descida do preço em janeiro, apesar de haver indicadores que os preços no mercado europeu de laticínios seguirão altos e estáveis nos próximos seis meses”. E, este pré – anúncio de descida é o contrário da esperança que os agricultores precisam, num ano de custos acrescidos com a seca e a desolação dos incêndios”.

A APROLEP fez ainda as contas ao valor global que pode estar em causa. Assim, “considerando a produção recolhida anualmente pela Lactogal, podemos estimar que o “bónus” anunciado representará apenas uma despesa de 1,5 milhões de euros, para uma empresa que no ano passado gerou resultados de quase 30 milhões”.

E questionam a razão da “empresa não partilhar com os produtores, os ganhos deste ano em que o mercado de produtos lácteos é claramente mais favorável”.

Recordam que a Lactogal é uma empresa líder de mercado em Portugal, recolhe cerca de 70% do leite produzido no continente, “pertence às cooperativas que pertencem aos produtores, e o preço que paga funciona como referência para as indústrias privadas”.

Nesse sentido, os produtores “desafiam a Lactogal a assumir a sua responsabilidade, a fazer mais e melhor para valorizar o leite produzido em Portugal. E desafiamos também as restantes empresas, nomeadamente empresas multinacionais, especializadas em produtos lácteos de valor acrescentado, a darem o exemplo e pagarem o que pagam noutros países da União Europeia”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
apple one

Apple One junta vários serviços, chega a Portugal mas com limitações. O que tem

A  90ª edição da Micam, a feira de calçado de Milão, está agendada para os dias 20 a 23 de setembro, com medidas de segurança reforçadas. Fotografia DR

Calçado. Micam arranca este domingo e até há uma nova marca presente

Os ministros da Presidência do Conselho de Ministros, Mariana Vieira da Silva (C), Economia, Pedro Sia Vieira (E) e do Trabalho Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho (D). MANUEL DE ALMEIDA/POOL/LUSA

Portugal é o quarto país da UE onde é mais difícil descolar do mínimo

APROLEP – Aumento de um cêntimo aos produtores de leite “é insuficiente”