Mundial 2018

Nike é a favorita a ‘vencer’ o Mundial

As equipas que vestem Nike têm mais probabilidade de vencer o Mundial, numa prova que mostra sinais positivos para a marca norte-americana.

Das equipas ainda presentes na competição, o Brasil, a França e a Inglaterra, as três equipas favoritas a vencer o torneio pelos sites de apostas, usam equipamentos da Nike. Do outro lado do campo, a Bélgica, a Rússia e a Suécia são as três equipas nos quartos-de-final que vestem Adidas. A Croácia, equipada pela Nike, desempata a favor da gigante norte-americana. A exceção é o Uruguai. A seleção que eliminou Portugal é patrocinada pela Puma.

Das 32 seleções presentes na Rússia, a Adidas, com 12 equipas, superava a Nike, com 10. Este cenário é o habitual, apenas contrariado no último Mundial realizado no Brasil, onde a marca norte-americana equipava mais países que a sua rival alemã.

O grosso das vendas das marcas desportivas ocorre antes das grandes provas, mas uma boa prestação de uma equipa dá um novo impulso às vendas. Por exemplo, após a vitória no Mundial de 2014, as vendas de camisolas alemãs dispararam 10%, noticia a Reuters.

Leia também: Os novos equipamentos do Mundial para todas as seleções

Com a eliminação precoce das grandes apostas da Adidas para este Mundial como a Espanha, México, Argentina e a Alemanha, responsável por um terço das vendas de equipamentos no último Mundial, as perspetivas da marca alemã pioraram, mesmo sendo um dos sete parceiros oficiais da FIFA neste Mundial, onde fornece a bola utilizado em todos os encontros.

Para além dos equipamentos, a Nike também supera a Adidas no calçado dos jogadores. Dados apontam para que 60% dos jogadores na Rússia usem chuteiras da empresa dos Estados Unidos.

O Mundial ainda não terminou mas a Nike parece estar a aproveitar melhor a enorme oportunidade de marketing que é o Mundial da Rússia. Desde o dia 14 de junho, data do início da prova, as ações da Nike já valorizaram 5%, enquanto a Adidas já perdeu 3% em bolsa, com particular destaque para a queda no dia seguinte à eliminação da seleção germânica.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Saídas para a reforma disparam 43% na função pública

Foto: DR

EDP flexibilizou pagamento de faturas no valor de 60 milhões de euros

Carteiros

CTT vão entregar cartão de cidadão em casa. Piloto arranca em Oeiras

Nike é a favorita a ‘vencer’ o Mundial