sindicatos

Ryanair. Pilotos apelam à substituição de Michael O’Leary

Michael O'Leary, CEO da Ryanair. (Fotografia: Will Oliver/ EPA)
Michael O'Leary, CEO da Ryanair. (Fotografia: Will Oliver/ EPA)

Os pilotos da Ryanair dizem que a relação com a atual gestão da Ryanair tornou-se "totalmente disfuncional".

O braço de ferro entre a Ryanair e os seus trabalhadores mantém-se. O Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) promete luta e, enquanto o consenso não chega, pede a substituição do presidente executivo da companhia aérea, Michael O’Leary.

O apelo foi divulgado, esta quarta-feira, em comunicado enviado às redações. A direção do SPAC defende que “os acionistas, na sua assembleia geral anual, substituam a atual liderança”, mencionando que a relação com a gestão da Ryanair tornou-se “totalmente disfuncional”.

“A gestão parece incapaz de falar de boa fé com os seus próprios funcionários. As suas ações até hoje são vistas por nós como sendo frequentemente intimidantes e antagónicas. São também vistas como uma causa para perturbação nas operações e agitação laboral ao invés de criarem um ambiente de trabalho positivo e coeso para o futuro”, denunciam.

Os sindicalistas não desarmam. “A Ryanair precisa de líderes competentes que estejam focados num futuro claro e diferente, em vez de seguirem um modelo de emprego falhado, que resultou no colapso das nossas operações em setembro de 2017”.

Esta falha de liderança, apontam, é agravada por “uma aparente falta de supervisão da administração, do presidente e de administradores não executivos”.

“Será difícil de atingir um bom ambiente laboral enquanto for mantido o estilo de gestão desatualizado prosseguido até agora e tanto os funcionários como os acionistas da Ryanair pagarão um preço desnecessário por tal falha durante muitos anos”, conclui o SPAC.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Teste - Redação DV

Liberdade e sustentabilidade dos media, com ou sem apoio do governo?

Regime dos residentes não habituais garante isenção de IRS a quem recebe pensões do estrangeiro.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Primeiros 18 residentes não habituais prestes a perder benefício

Miguel Albuquerque, do PSD Madeira.

Projeção. PSD perde maioria absoluta na Madeira

Outros conteúdos GMG
Ryanair. Pilotos apelam à substituição de Michael O’Leary