Inovação

Conservas. Ramirez aposta no comércio digital

Manuel Ramirez, presidente das Conservas Ramirez. Fotografia: D.R.
Manuel Ramirez, presidente das Conservas Ramirez. Fotografia: D.R.

A Ramirez decidiu criar uma loja digital para responder aos desafios dos novos consumidores, em especial à geração dos millennials

A Ramirez, a mais antiga conserveira portuguesa em laboração, vai lançar este mês uma loja online própria. Numa primeira fase, os envios estão apenas disponíveis para o mercado europeu, mas o projeto é para alargar aos vários continentes.

A aposta no digital “surge para responder aos desafios do consumidor digital, em especial à geração dos millennials, que prefere fazer compras em lojas virtuais e que até 2025 representará 47% da população ativa mundial”, justifica a empresa liderada por Manuel Ramirez em comunicado.

A loja online da Ramirez terá à venda uma diversificada gama de conservas de peixe, incluindo refeições prontas, será de fácil acesso e com pagamentos e entregas rápidas. A estratégia é dar comodidade e conveniência aos consumidores que preferem comprar online os seus produtos, piscando o olho às novas gerações.

«Este é mais um contributo para a contínua modernização dos processos do sector, para a vanguarda no serviço ao cliente», assegura no comunicado Luís Avides Moreira, assessor da administração que gere o projeto. Segundo o responsável, o canal digital (loja online e outras plataformas digitais) deverá representar 10% do volume de negócios até 2025.

A Ramirez, que conta 166 anos de atividade, exporta para mais de 50 países e fatura perto de 30 milhões de euros. Do atum às sardinhas, com passagem pela cavala, bacalhau, lulas, polvo, mexilhões ou filetes de anchova, a empresa produz mais de 60 referências.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

O antigo ministro das Finanças, Teixeira dos Santos ouvido na II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco. Assembleia da República, Lisboa, 19 de junho de 2019. MIGUEL A. LOPES/LUSA

As razões de Teixeira dos Santos – e aquilo que nunca soube

O antigo ministro das Finanças, Teixeira dos Santos ouvido na II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco. Assembleia da República, Lisboa, 19 de junho de 2019. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Teixeira dos Santos: Sócrates alertou que nomear Vara criaria “ruído mediático”

Outros conteúdos GMG
Conservas. Ramirez aposta no comércio digital