172 anos depois, loja da Viúva Lamego fecha no Intendente. Aposta em loja online

A Viúva Lamego continuará a produzir na fábrica-atelier, na Abrunheira, Sintra, onde tem também o showroom aberto ao público.

Abril será o último mês em que a centenária loja Viúva Lamego tem as portas abertas no Largo do Intendente, em Lisboa. A Loja com História fecha no final do mês. A companhia aposta no lançamento de uma loja online.

"Esta foi uma decisão muito ponderada e que resulta do contexto atual, no entanto, encaramo-la como uma oportunidade para uma vez mais evoluirmos com os olhos postos no futuro. Redirecionámos o investimento para o digital e mantemos dinâmicas as colaborações nacionais e internacionais com artistas, arquitetos e designers reforçando a visão progressista da Viúva Lamego", justifica Gonçalo Conceição, CEO da Viúva Lamego, citado em comunicado.

Aberta há 172 anos, a icónica loja Viúva Lamego, no Largo do Intendente, em Lisboa, é uma das Loja com História - um projeto da Câmara Municipal de Lisboa - com a classificação de imóvel de interesse público, sendo um espaço de referência da azulejaria portuguesa. "A história da Viúva Lamego permanecerá ligada à icónica fachada do edifício, em azulejo de estilo naïf oitocentista, um exemplo pioneiro no uso do azulejo como meio publicitário", diz a empresa.

A Viúva Lamego continuará a produzir na fábrica-atelier, na Abrunheira, Sintra, onde tem também o showroom aberto ao público. "Com o intuito de assegurar o futuro e de responder aos desafios atuais, a marca prepara agora a abertura de uma loja online".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de