Gestão de água

375 mil portugueses podem gerir contratos de água à distância

myaqua, controlar o consumo de água à distância. Fotografia:D.R.
myaqua, controlar o consumo de água à distância. Fotografia:D.R.

A Aquapor acaba de disponibilizar uma aplicação aos seus clientes, que permite a gestão de contratos de água dos vários locais de consumo à distância

A Aquapor acaba de disponibilizar a myAQUA® aos seus clientes, uma app que permite a cerca de 375 mil pessoas a gestão de contratos de água dos vários locais de consumo à distância, através da comunicação de leituras e pagamentos ou consultas de faturas com um simples clique, em qualquer altura do dia.

A Aquapor é líder de mercado nos segmentos dos Sistemas Municipais de Abastecimento de Água e Saneamento e na prestação de serviços de gestão de ETAR. E a A myAQUA® é mais uma das apostas da empresa com o objetivo de proporcionar inovação e proximidade junto dos clientes.

A aplicação é gratuita para smartphones e disponível para todas as plataformas (Android, iPhone e Windows Phone), a myAQUA® possibilita a gestão de dados, a adesão à fatura eletrónica e a programação de alertas de acordo com as suas preferências.

De referir que a Aquapor opera Alcanena, Alenquer, Azambuja, Batalha, Carregal do Sal, Cascais, Figueira, Gondomar, Mortágua, Santa Comba-Dão, Setúbal, Tábua, Tondela e Trancoso, a que se acresce, ainda, os clientes da área do Porto de Lisboa.

As principais áreas de negócio da empresa são a gestão de concessões municipais e a prestação de serviços ambientais. Está presente em 25 municípios, de um total de 41 que optaram por esta forma de gestão.

Leia mais:Gestão de água e resíduos aberta a privados

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
IMG_0868-min

Agricultura bate recordes no Alentejo. “Mais houvesse, mais se vendia”

Isaltino Morais, presidente da Câmara de Oeiras
Fotografia: Gerardo Santos/Global Imagens

Isaltino Morais “Nos próximos anos, Oeiras vai precisar de 12 500 engenheiros”

Aeroporto do Montijo 2

Portela+? Aquilo que separa os partidos, o Montijo não consegue unir

Outros conteúdos GMG
375 mil portugueses podem gerir contratos de água à distância