Repsol

Repsol começa a receber gasóleo em Sines este verão

O presidente da Repsol em Portugal, António Calçada e Sá. Foto: D.R.
O presidente da Repsol em Portugal, António Calçada e Sá. Foto: D.R.

Projeto de 30 milhões de euros vai permitir à empresa receber gasóleo para abastecer os mais de 400 postos de abastecimento que tem em Portugal.

O terminal de recepção de gasóleo que a Repsol está a construir no porto de Sines vai ficar pronto já este verão, disse ao Dinheiro Vivo o presidente da empresa em Portugal, António Calçada de Sá.

Este projeto representa um investimento de 30 milhões de euros e servirá a atividade em Portugal. Não só a unidade petroquímica que têm em Sines, onde transforma petróleo em plásticos, mas também os mais de 400 postos de abastecimento que têm espalhadas por todo o país.

Segundo António Calçada e Sá este projeto surgiu porque havia uma oportunidade e não por a Repsol estar a precisar de reforçar os stocks para fazer frente ao aumento de consumo. Até porque, disse, nos anos de crise a procura caiu uns 25% a 30% e a recuperação que se sente agora é ainda ligeira.

“Em Portugal existem alguns sinais de recuperação, mas que precisam de ser reconfirmados”, disse, antevendo que o aumento do Imposto Sobre Produtos Petrolíferos (ISP) possa afectar essa recuperação.

“Uma excessiva carga impositiva, em função dos ciclos económicos, pode afectar mais ou menos o consumo. A melhor notícia seria não ter essa carga fiscal e espero que possa haver um ajustamento. A verdade é que este sector tem vindo sistematicamente a ser chamado a fazer contribuições”, disse o gestor à margem da visita ao autocarro-móvel que a Repsol instalou em Santos, Lisboa, onde se pode aprender tudo sobre petróleo.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Munique está no primeiro lugar das cidades com maior projeção profissional. (DR)

Turistas portugueses ‘descobriram’ a Alemanha

Mario Draghi, Presidente do Banco Central Europeu. REUTERS/Kai Pfaffenbach

BCE discutiu pacote de medidas para estimular economia na reunião de julho

Hotéis de Lisboa esgotaram

“Grandes” eventos impulsionaram aumento dos preços na hotelaria em junho

Outros conteúdos GMG
Repsol começa a receber gasóleo em Sines este verão