Telecomunicações

5G. Consulta fecha com cerca de 500 contributos

D.R.
D.R.

Consulta tinha sido interrompido com o Estado de Emergência. Altice levantou dúvidas sobre se o prazo de conclusão se mantinha a 3 de julho.

A consulta para os procedimentos do leilão do 5G terminou a 3 de julho, tendo a Anacom recebido cerca de 500 contributos de operadores a câmaras municipais. Decisão final será conhecida “tão breve quanto possível”.

“A consulta 5G fechou na sexta-feira, dia 3 de julho, e recebemos à volta de 500 contributos, de câmaras municipais, juntas de freguesia, operadores e particulares”, adianta fonte oficial da Anacom em declarações ao Dinheiro Vivo.

A data de 3 de julho era a prevista no arranque da consulta, processo interrompido a 19 de março, com a declaração do Estado de Emergência, por causa da pandemia. Situação que levou a Altice a levantar dúvidas sobre se a data se mantinha.

“Eu não subscrevo que a consulta termine no dia 3 de julho, porque efetivamente existem decretos-lei, que fizeram, efetivamente, a suspensão desse período. Como tal, não é entendimento da Altice Portugal que o prazo da consulta termine no dia 3 de julho”, disse Alexandre Fonseca, CEO da Altice Portugal, no final de junho, citado pelo Jornal Económico.

O processo de consulta foi retomado Anacom a 1 de junho depois de Marcelo Rebelo de Sousa ter promulgado a quarta alteração à Lei n.º 1-A/2020, de 19 de março, levantando o fim da suspensão dos prazos dos procedimentos administrativos, instituída pela declaração do Estado de Emergência.

Com a consulta fechada regulador terá agora de analisar todos os contributos para a realização do relatório da consulta que fundamentará a decisão final. Uma decisão final será feita “tão breve quanto possível, tendo em conta o elevado número de contributos”, refere fonte oficial do organismo quando questionada sobre uma data para a decisão.

A deliberação irá fixar as regras com que irá decorrer o concurso do leilão 5G que irá atribuir as frequências aos operadores para o arranque da quinta geração móvel em Portugal. A 3 de agosto retoma a migração das frequências da Televisão Digital Terrestre, necessário para libertar as frequências dos 700 MHZ que serão usadas no 5G.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Utentes à saída de um cacilheiro da Transtejo/Soflusa proveniente de Lisboa, em Cacilhas, Almada. MÁRIO CRUZ/LUSA

Salário médio nas empresas em lay-off simplificado caiu 2%

Ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. Fotografia: António Cotrim/Lusa

Empresas já podem candidatar-se ao novo lay-off

App TikTok

Microsoft estará interessada na compra da operação global do TikTok

5G. Consulta fecha com cerca de 500 contributos