Defesa

Empresas da Defesa assinam acordo de cooperação na Índia

EPA/DIVYAKANT SOLANKI
EPA/DIVYAKANT SOLANKI

Acordo prevê parcerias baseadas na produção conjunta e na transferência de tecnologia portuguesa.

Portugal e a Índia assinaram um acordo na área da Defesa, no âmbito da visita do primeiro-ministro António Costa àquele país.

O acordo vem no seguimento do apoio de Portugal aos planos da Índia em várias tecnologias, nomeadamente no controlo de mísseis. Este foi um dos sete acordos formalizados durante a visita de António Costa.

Segundo um comunicado conjunto das duas delegações o acordo prevê “joint ventures e parcerias comerciais baseadas na produção conjunta e na transferência de tecnologia”, aproveitando as competências tecnológicas de Portugal na área da Defesa.

Além deste acordo na área da Defesa foi definido um visto de livre circulação para diplomatas e investigadores da área marítima. Os dois países formalizaram ainda uma declaração de cooperação com países terceiros. “Os projetos têm de contribuir para a economia local, conectividade regional e integração, para beneficiar países terceiros, tendo em conta as suas prioridades em termos de desenvolvimento e as necessidades das populações”, segundo a declaração bilateral.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Caixa Geral de Dep—ositos -

Sete dos créditos de risco da CGD tiveram perdas de 100%

(Rui Oliveira / Global Imagens)

Quota de mercado dos carros a gasóleo cai para mínimos de 2003

Operadores da Groundforce onde a operação da empresa de ‘handling’ Groundforce inclui números como cinco minutos e 400 toneladas, mas também o objetivo de chegar ao fim de 2019 com 3.600 colaboradores, aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, 22 de janeiro de 2018. Para que os aviões estejam no ar, a Groundforce faz toda a assistência em terra, excetuando o fornecimento de comida e de combustível, como resume o presidente executivo da empresa, Paulo Neto Leite, numa visita guiada aos ‘bastidores’ do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa. MÁRIO CRUZ/LUSA

Com o aeroporto de Lisboa “no limite”, Groundforce exige à ANA que invista já

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Empresas da Defesa assinam acordo de cooperação na Índia