call-center

Triplicam as queixas contra chamadas de telemarketing

contact-center-Call-Center-Magazine

No ano passado tanto o Portal da Queixa como a Comissão Nacional de Proteção de Dados receberam várias reclamações

As chamadas de telemarketing estão a incomodar muitos portugueses e as reclamações não param de aumentar. No ano passado, segundo dados recolhidos pelo Jornal de Notícias, o Portal da Queixa reuniu 637 queixas de consumidores, mais 175% do que um ano antes.

Estes telefonemas são para os portugueses invasivos, persistentes e incómodos, especialmente porque são recorrentes, tanto em horário laboral como nos períodos de descanso.

Do outro lado da linha tenta vender-se de tudo desde cartões de crédito, a novos pacotes de telecomunicações ou mesmo planos de saúde.

Não é só o Portal da Queixa. Contactada pelo JN, a Comissão Nacional de Proteção de Dados (CNPD) admite que esta nova tendência ocupa uma larga fatia do número de queixas que chegam sobre vendas telefónicas. Em 2016, a entidade abriu 498 processos relativos a vendas por telefone, mas não consegue detalhar quantas destas queixas têm a ver com telemarketing.

“O telefone é uma coisa mais intrusiva, cai a sopa, toca, seja o que seja que estamos a fazer”, detalha a porta-voz da Comissão, ao Jornal de Notícias.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
coronavirus lay-off trabalho emprego desemprego

Empresas com quebras de 25% vão poder pedir apoio à retoma

Balcão da ADSE na Praça de Londres em Lisboa.

( Jorge Amaral/Global Imagens )

ADSE quer 56 milhões do Orçamento do Estado por gastos com isentos

Fotografia: Miguel Pereira / Global Imagens

Quase 42 mil empresas recorreram a apoios que substituíram lay-off simplificado

Triplicam as queixas contra chamadas de telemarketing