À procura de uma carreira internacional? Aqui há vagas

Mota-Engil abre novo programa de trainees com mais de 200 lugares para criar líderes do futuro. A 8ª edição do StartME já arrancou, com candidaturas até julho. Os estágios começam em outubro, em África, na Europa e América Latina.

Em outubro de 2018, na última edição do StartME, mais de 100 trainees integraram o grupo Mota-Engil em todas as áreas geográficas dos três continentes onde a construtora está presente - África, América Latina e Europa. A 8ª edição do Programa Corporativo de Estágios arranca agora, com candidaturas abertas até julho e a promessa de integrar mais jovens através de um modelo de seleção, acolhimento, formação contínua e acompanhamento da carreira profissional. E desta vez, abrindo a maior carteira de vagas de sempre, com mais de 200 oportunidades, a nível nacional e internacional, predominantemente nas áreas de engenharia, para integração em países que vão do Brasil e Colômbia a Angola e Moçambique, passando por Irlanda e Polónia, entre 14 países onde a construtora tem negócios.

"A atração e retenção de jovens de elevado potencial, com espírito de liderança e ambição para abraçar novos desafios, são fatores determinantes para preparar o futuro do grupo Mota-Engil", explica a empresa, elencando como vantagens para os jovens candidatos a capacidade de este programa poder integrá-los num grupo multinacional e diversificado, concretizando uma oportunidade única de "aprendizagem, intercâmbio de experiências e vivência num ambiente multicultural de projetos de elevada dimensão e complexidade".

A companhia destaca o êxito das anteriores edições, que se reflete na integração de mais de 300 jovens e uma taxa de incorporação após estágio que ronda os 93% (nas últimas duas maiores) para justificar o lançamento e o otimismo neste lançamento da 8.ª edição do StartME.

"Para esta edição, a Mota-Engil está a identificar jovens que frequentem universidades de referência a nível nacional e internacional", em áreas tão diversificadas como as engenharias (Civil, Mecânica, Eletrotécnica, de Minas, Geológica, de Gestão Industrial, do Ambiente, Eletrónica e Telecomunicações, de Sistemas, Computação, Data Science ou similar), a arquitetura (Paisagista, Agronomia, Engenharia Florestal ou similar), a logística, a qualidade e segurança/ambiente; mas também a psicologia e recursos humanos, a economia, a gestão ou a contabilidade.

A decorrer neste momento está a fase @Campus - "com o objetivo de identificar e atrair os futuros trainees através de um processo de seleção transversal e rigoroso que decorrerá até setembro" -, seguindo-se a fase @Mota-Engil, para promover o alinhamento com a cultura e os valores do grupo, e a @Business Units, onde o trainee tem a possibilidade de desenvolver as suas capacidades profissionais e pessoais ao longo dos 12 meses de estágio, com acompanhamento de um tutor responsável por facilitar a sua integração na equipa e desenvolver as suas potencialidades e know-how.

Entre as vantagens apontadas aos trainees, contam-se a compensação financeira (bolsa mais suplementos internacionais que incluem ajudas de custo para colaboradores em mobilidade), férias reforçadas e três viagens internacionais por ano, seguros e alojamento para colaboradores em mobilidade, entre outros.

Mais informações sobre o StartME aqui, no site corporativo do grupo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de