Acionista do Global Media Group quer reforçar investimento em Portugal

Empresa pretende apostar em imobiliário e apoio a startups.

A empresa macaense KNJ Investment, que recentemente se tornou acionista do Global Media Group, ao qual pertence o Dinheiro Vivo, quer reforçar o investimento em Portugal. Numa entrevista à Macau News Agency, o CEO Kevin Ho King Lun explicou que tem planos para apostar em imobiliário e no apoio a startups.

A ideia, explicou o responsável à publicação, é investir em vários projetos, de entre os quais se incluem um hotel e uma adega, e também criar um espaço de apoio à criação de novas empresas, que poderá ficar em Vila Nova de Gaia.

"Encontrei-me com o presidente da Câmara de Gaia porque, como sabe, existem muitos armazéns, sobretudo utilizados para vinho do Porto. Estamos a cooperar para ver se podemos transformar um deles num local para startups", indicou Kevin Ho.

As startups em causa deverão depois integrar o Global Media Group, que passará a contar também com uma redação em Macau. A KNJ Investment pretende ainda expandir-se para outros países de língua portuguesa e reforçar os laços com a Lusa, onde detém uma participação de 24%, através do Global Media Group.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de