Bolsa

Ações da dona do Correio da Manhã sobem mais de 6%

Paulo Fernandes lidera o grupo Cofina. (Carlos Manuel Martins/Global Imagens)

Foto: Arquivo
Paulo Fernandes lidera o grupo Cofina. (Carlos Manuel Martins/Global Imagens) Foto: Arquivo

Ao início da tarde, as ações da Cofina seguiam a subir mais de 6%, após ter anunciado que chegou a acordo com a Prisa para a compra da Media Capital.

Cerca das 13:22, as ações da dona do Correio da Manhã e Jornal de Negócios, entre outros títulos, valorizava 6,34% para 0,52 euros no índice geral da bolsa portuguesa.

À mesma hora, a Media Capital, dona da TVI, entre outros meios, continuava inalterada nos 2,48 euros.

A Media Capital, que é detida pela espanhola Prisa – Promotora de Informaciones, que tem 94,69% dos direitos de voto da dona da TVI. Os restantes 5,31% estão dispersos em bolsa.

A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) levantou hoje a suspensão da negociação das ações da Media Capital e da Cofina, após a dona do Correio da Manhã ter chegado a acordo para comprar a empresa que detém a TVI.

Em comunicado divulgado hoje, a CMVM justifica com a “divulgação de informação relevante” a decisão de levantar a suspensão, decretada na semana passada, da negociação das ações tanto do Grupo Media Capital como da Cofina.

Esta decisão surge depois de, no sábado, a Cofina SGPS ter anunciado que chegou a acordo com a espanhola Prisa para comprar a totalidade das ações que detém na Media Capital, valorizando a empresa em 255 milhões de euros (‘enterprise value’).

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
António Costa Silva partex

Costa Silva. Um astronauta ao contrário para remexer a fundo no país?

TIAGO PETINGA/LUSA

António Mexia recusou responder ao juiz Carlos Alexandre no caso EDP

Pedro Siza Vieira, ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital,. Foografia: Manuel de Almeida / LUSA

Siza Vieira. Há 46 mil empresas com pedidos de lay-off renovados

Ações da dona do Correio da Manhã sobem mais de 6%