Telecom

Ações da ZTE caem 39% após retomar negociações em bolsa

Fotografia:. REUTERS/Carlo Allegri
Fotografia:. REUTERS/Carlo Allegri

As ações da gigante chinesa ZTE caíram hoje 39%, após a empresa retomar as negociações na bolsa de Hong Kong, ao fim de dois meses de suspensão.

As ações do gigante chinês das telecomunicações ZTE caíram hoje 39%, após a empresa retomar as negociações na bolsa de Hong Kong, ao fim de dois meses de suspensão, devido a problemas legais nos Estados Unidos.

Na bolsa de Shenzhen, onde o grupo tem sede, as ações recuaram 10%, o máximo permitido pelo regulador chinês antes de as negociações serem suspensas.

Em abril, o Departamento de Comércio dos EUA proibiu as empresas norte-americanas de venderem componentes à fabricante chinesa de equipamentos de telecomunicação.

A proibição, válida por sete anos, surgiu como resposta a um caso de violação das sanções norte-americanas pela ZTE na venda ilegal de produtos de tecnologia para o Irão.

Na semana passada, no entanto, a empresa chegou a um acordo para levantar as medidas, a troco de uma multa de mil milhões de dólares (852 milhões de euros) e uma remodelação da sua direção.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Caixa Geral Depósitos CGD Juros depósitos

Caixa perdeu 1300 milhões com créditos de grandes devedores

Ursula von der Leyen foi o nome nomeado para presidir à Comissão Europeia. (REUTERS/Francois Lenoir)

Parlamento Europeu aprova Von der Leyen na presidência da Comissão

Christine Lagarde, diretora-geral demissionária do FMI. Fotografia: EPA/FACUNDO ARRIZABALAGA

Christine Lagarde demite-se da liderança do FMI

Outros conteúdos GMG
Ações da ZTE caem 39% após retomar negociações em bolsa