Tecnologia

Acordo com anunciantes poderá custar 40 milhões de dólares ao Facebook

Facebook, anúncios
Foto: DR

O Facebook estará prestes a desembolsar 40 milhões de dólares para pôr fim a uma ação coletiva que envolve anunciantes, avança a Forbes.

Os anunciantes exigem uma compensação monetária ao Facebook, acusando a rede social de ter inflacionado as métricas dos anúncios de vídeo apresentados, algo que terá levado várias empresas a investir somas elevadas em anúncios. De acordo com a Forbes, o Facebook terá adulterado as métricas entre fevereiro de 2015 e setembro de 2016.

Os membros da ação coletiva, que rondam os 1,35 milhões, levaram o caso à justiça há algum tempo, começando uma batalha legal com a empresa de Mark Zuckerberg. Apesar de o Facebook ter reconhecido a situação, indicando que se tratou de “um erro inocente”, os anunciantes continuaram a exigir compensação.

Após três anos de julgamento, com vários recursos apresentados pelo Facebook, o caso estará agora a chegar a um ponto de acordo, afirma a Forbes. O Facebook estará disposto a atribuir 40 milhões de dólares aos anunciantes, colocando um ponto final nesta discussão.

Os valores serão atribuídos tendo em conta o dinheiro investido nos anúncios. Deste bolo de 40 milhões, já há parte do dinheiro com destino traçado: 12 milhões estarão reservados para honorários de advogados e despesas judiciais.

Os anúncios são uma das grandes fontes de receita do Facebook. Em abril deste ano, a receita resultante dos anúncios no Facebook era de 14,9 mil milhões de dólares.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ilustração: Pedro Fernandes

Há mais de 500 mil imóveis a pagar “imposto Mortágua”

coronavirus juros

BCE. Estado deverá assumir 5% a 10% das perdas dos créditos garantidos

portugal covid 19 coronavirus

1342 mortos e 31007 casos confirmados de covid-19 em Portugal

Acordo com anunciantes poderá custar 40 milhões de dólares ao Facebook