Aeroportos

Aeroportos de Lisboa e Porto com taxas mais altas em outubro

Fotografia: PEDRO NUNES/LUSA
Fotografia: PEDRO NUNES/LUSA

ANA leva para a frente um novo ajuste dos tarifários aplicados às companhias aéreas, depois de ANAC ter evitado subidas em janeiro

As taxas aplicadas nos dois principais aeroportos nacionais, Lisboa e Porto, voltam a subir em outubro. O ajuste do tarifário chega por duas vias: desvios de receita pela entrada tardia das taxas previstas para 2017 e crescimento de passageiros acima das previsões.

“Tendo em consideração os desvios de receita relativos ao atraso da entrada em vigor das taxas reguladas de 2017 e o desvio relativo à estimativa de tráfego inicial, por via de um crescimento mais acentuado do número de passageiro, a ANA irá proceder a um ajustamento tarifário nos meses de outubro”, refere uma nota publicada no site da gestora aeroportuária, e avançada esta segunda-feira na edição do jornal de Negócios.

O desfasamento da entrada em vigor das taxas de 2017, que acabou por avançar de forma faseada, uma a 3 de março e outra a 1 de junho, criou desvios que a ANA avalia em mais de 1,7 milhões nos aeroportos de Lisboa, Açores, Madeira e Beja, 528 mil euros no Porto e 288 mil euros em Faro.

A estes números acrescem ainda os habituais ajustes nas estimativas de tráfego de passageiros que obriga a um ajuste do tarifário de acordo com o aumento mais acentuado do que o previsto.

A 31 de maio, detalha a gestora nacional, o tráfego acumulado “é superior ao previsto, sendo que as perspetivas de evolução do tráfego para o verão IATA indiciam um desempenho no segundo semestre de 2017 que irá acentuar ainda mais esta tendência”. O desvio era, a 31 de maio, de mais 1,5 milhões de passageiros terminais servidos no conjunto dos aeroportos do País.

No aeroporto de Lisboa as taxas são corrigidas em 1,86 pontos percentuais e, no Porto, o ajuste é de 0,63 pontos.

Na prática, os valores cobrados este ano em Lisboa aumentam em 22 cêntimos face ao ano passado, no Porto a subida é de 11 cêntimos. Em Faro os aumentos são de 12 cêntimos e Açores oitos cêntimos, adiantou a ANA ao Negócios.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje

Página inicial

RODRIGO ANTUNES / LUSA

Governo reúne motoristas e patrões em nova maratona de “intransigências”

Posto de abastecimento de combustíveis REPA (Rede Estratégica de Postos de Abastecimento) no Porto (ESTELA SILVA/LUSA)

Revendedores de combustíveis esperam acordo “o mais brevemente possível”

Outros conteúdos GMG
Aeroportos de Lisboa e Porto com taxas mais altas em outubro