Ageas Portugal aumenta lucro em 18,3% para 105,1 milhões

O ano de 2018 encerrou com um volume de negócios total de 2,2 mil milhões de euros, 677 milhões do Ramo Não Vida e 1.494 mil milhões do Ramo Vida.

O grupo segurador Ageas Portugal registou um lucro de 105,1 milhões de euros em 2018, um aumento de 18,3% face ao registado em 2017, foi divulgado esta segunda-feira.

De acordo com um comunicado divulgado pela empresa, o volume de negócios total no ano passado foi de 2,2 mil milhões de euros, com 677 milhões de euros a pertencer ao ramo segurador Não Vida e 1.494 mil milhões do Ramo Vida.

O grupo, presente em Portugal através da Ageas, Médis, Ocidental e Seguro Direto, tem "uma quota de mercado global de 16,6%", e em Portugal de 18,4% do ramo Vida e de 13,5 do ramo Não Vida, de acordo com a empresa.

"O rácio de cobertura do requisito de capital de solvência foi de 179% no final de 2018", pode ler-se ainda no comunicado da Ageas.

Para o presidente executivo da Ageas Portugal, Steven Braekeveldt, citado no comunicado, "o ano de 2018 foi de consolidação e crescimento financeiro em todas as áreas de negócios" em que a empresa está envolvida.

Em Portugal, no final de 2018, o grupo Ageas empregava 1.304 trabalhadores diretos e tinha uma rede de 3.892 agentes e corretores com 666 mil clientes.

Já a plataforma da Seguro Direto contava com 125.000 clientes e o canal Bancassurance com 930 mil, segundo o grupo segurador.

A Ageas é um grupo segurador internacional sediado em Bruxelas, tendo adquirido o negócio da Axa em Portugal em 2016.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de