Empresas

Águas de Portugal conclui cessão de 41,7 ME de dívida de municípios ao BEI

José Furtado, presidente do Conselho de Administração da Águas de Portugal. (Direitos reservados)
José Furtado, presidente do Conselho de Administração da Águas de Portugal. (Direitos reservados)

O valor de 41,7 milhões de euros diz respeito a dívidas de municípios a empresas do grupo que se encontravam tituladas por acordos de regularização.

O Grupo Águas de Portugal (AdP) finalizou uma operação de cessão de créditos ao Banco Europeu de Investimentos (BEI) no valor de 41,7 milhões de euros, respeitante a dívidas de municípios a empresas do grupo, foi hoje anunciado.

A operação, que ficou concluída em 15 de setembro, envolve 18 municípios e as empresas Águas do Norte, Águas do Centro Litoral, Águas do Vale do Tejo e Águas Públicas do Alentejo, esclarece o grupo, em comunicado enviado à Lusa.

O valor global de 41,7 milhões de euros diz respeito a dívidas de municípios a empresas do grupo que se encontravam tituladas por acordos de regularização celebrados em 2019.

A AdP refere que, com esta operação finalizada, a dívida de clientes do grupo reduz-se em cerca de 11% e permite a obtenção de verbas para investir em infraestruturas de abastecimento de água e de saneamento.

Aqueles investimentos, acrescenta, vão permitir aumentar a produção própria de energia 100% renovável, prevista no Programa Zero que está em curso e visa atingir a neutralidade energética em 2030.

Os benefícios cuja dívida foi cedida passam a beneficiar de uma taxa de juro “mais favorável” e mantêm as condições fixadas nos acordos anteriormente celebrados, como, por exemplo, o alargamento do período de pagamentos até aos 25 anos e uma redução dos juros vencidos.

A operação em causa foi concretizada ao abrigo de um acordo-quadro celebrado entre as empresas do grupo AdP e o BEI, “que constitui um instrumento financeiro para obviar às dificuldades de pagamento das autarquias locais e das demais entidades gestoras de sistemas municipais de abastecimento de água e de saneamento de águas residuais urbanas e que prevê um valor remanescente de 160 milhões de euros, que podem ser utilizados para acordos similares com outros municípios”, explica a AdP.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Fotografia: Arquivo/ Global Imagens

Transações de casas caíram 35,25% em abril. Preços começam a abrandar

Ramiro Sequeira TAP

Novo CEO da TAP diz ser vital ter “bom senso e calma” para tomar decisões

(JOSÉ COELHO/LUSA)

Cadeias de retalho contra desfasamento de horários. Aguardam publicação da lei

Águas de Portugal conclui cessão de 41,7 ME de dívida de municípios ao BEI