aviação

Air France. 11 dias de greve custaram 300 milhões de euros

Fotografia: REUTERS/Gonzalo Fuentes
Fotografia: REUTERS/Gonzalo Fuentes

Transportadora aérea vai lançar uma consulta aos trabalhadores sobre a proposta de aumentos salariais.

O impacto financeiro de 11 dias de greve na Air France deverá ter sido de cerca de 300 milhões de euros, informou hoje a transportadora aérea, que vai lançar uma consulta aos trabalhadores sobre a proposta de aumentos salariais.

Em comunicado, a companhia indicou, que após a conclusão das negociações e para “colocar um fim ao conflito”, a administração da Air France avançou, no passado dia 16, uma proposta para uma subida salarial de 7% por quatro anos, além de subidas individuais, mas que acabou por não reunir a adesão necessária.

Assim, perante uma situação de impasse, o presidente da Air France, Jean-Marc Janaillac, decidiu colocar a seguinte questão a todos os funcionários: “para garantir um resultado positivo numa situação de conflito, está a favor do acordo salarial proposto a 16 de abril de 2018?”

Este referendo decorrerá entre as 10:00 (09:00 de Lisboa) da próxima quinta-feira (26 de abril) até às 18:00 (17:00 de Lisboa) de 04 de maio.

Na sexta-feira, dia 04 de maio, serão anunciados os resultados da votação anónima, “sem implicações legais”.

Hoje, no último dos 11 dias de paralisação, a companhia prevê manter 75% dos voos programados.

Questionada pela Lusa, fonte oficial da Air France explicou que, relativamente a Portugal, se prevê o cancelamento de três voos, mas que os passageiros já foram todos recolocados em outros voos ou receberam soluções alternativas”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
David Cameron, no Forum Económico Mundial 2020, em Davos. DR.

Davos. Os negócios, a política, o ambiente e os “do contra”

Ilustração: Vítor Higgs

Espanhóis e chineses na corrida para entrar no capital do EuroBic

Procurador-Geral da República de Angola, Hélder Pitta Grós (EPA/MARIO CRUZ)

PGR angolano afasta mais arguidos portugueses no caso Isabel dos Santos

Air France. 11 dias de greve custaram 300 milhões de euros