aviação

Air France assina acordo com sindicatos dos tripulantes

Airbus 320 da AirFrance. REUTERS/Christian Hartmann
Airbus 320 da AirFrance. REUTERS/Christian Hartmann

Este acordo encerra um capítulo de greves que custou à companhia aérea pelo menos 335 milhões e levou à demissão do antigo presidente-executivo.

A Air France assinou esta quinta-feira um acordo com os sindicatos que representam o pessoal de cabine, o SNPNC, UNAC, e UNSA-PNC, segundo um comunicado.

Este acordo segue-se ao firmado em 19 de outubro, com a maioria dos grupos que representam os trabalhadores da companhia aérea, para um aumento de salários, um contencioso que levou a vários dias de greve.

O compromisso abrange um aumento geral dos salários de 2% com efeitos retroativos a 01 de janeiro deste ano, a que acresce outro aumento de 2% a partir do início de janeiro de 2019, informou a Air France em comunicado, em outubro.

Este compromisso deve pôr fim a um capítulo de greves que custou à companhia aérea pelo menos 335 milhões de euros e levou à demissão do anterior presidente-executivo, Jean-Marc Janaillac.

O conflito começou com os sindicatos a reclamarem um aumento de 5,1% para compensar a perda de poder de compra no período 2012-2017.

Citado esta quinta-feira, o presidente executivo do grupo Air France-KLM, Benjamin Smith, adiantou que, assim, ficam concluídas as discussões que tiveram lugar na passada semana com os representantes das tripulações.

“Com este acordo, espero que melhorem a confiança e o diálogo entre a Air France e os nossos colaboradores”, salientou o responsável, garantindo que resolve “muitas preocupações dos tripulantes”.

Benjamin Smith salientou ainda que este acordo melhora as condições de trabalho e resolve uma série de preocupações dos tripulantes.

O mesmo comunicado da Air France deixou ainda em aberto uma integração da marca Joon no grupo, o que simplificaria a operação a aumentaria sinergias.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Antonoaldo Neves, CEO da TAP Air Portugal. Foto:  REUTERS/Regis Duvignau

TAP obtém empréstimo de 137 milhões de euros

Mário Centeno, ministro das Finanças
( Pedro Rocha / Global Imagens )

Portugal com 2.º maior excedente orçamental no 3.º trimestre

(Leonardo Negrão/Global Imagens)

Foram vendidas 500 casas por dia em 2018

Outros conteúdos GMG
Conteúdo TUI
Air France assina acordo com sindicatos dos tripulantes