Alemã Daimler adquire quase 4% da chinesa Beijing Electric Vehicle

O construtor automóvel alemão Daimler anunciou hoje que adquiriu 3,93% do capital da Beijing Electric Vehicle (BJEV), uma filial do seu sócio BAIC.

A Daimler tinha informado em junho passado que estabeleceu com a BAIC as condições sobre a intensificação da cooperação entre as duas companhias com recurso a investimentos nesta área de negócio na China, acordo que contemplava também que a multinacional alemã fosse acionista da Beijing Electric Vehicle (BJEV).

"A mobilidade elétrica é um dos pilares da estratégia da Daimler para o futuro da mobilidade. Estamos decididos a desenvolver esta estratégia a nível global, sobretudo na China, o maior mercado de veículos movidos com novas energias", disse o responsável na China da Daimler, Hubertus Troska.

O multimilionário chinês, presidente e fundador do construtor de automóveis Geely, Li Shufu, comprou também uma participação de 9,69% no capital da Daimler, reforçando-se, assim, o interesse dos chineses e da multinacional alemã Daimler em aprofundarem a cooperação ao nível dos automóveis movidos a novas energias, caso da energia elétrica.

O industrial chinês Li Shufu com esta participação no capital da Daimler tornou-se no maior acionista do construtor alemão, que detem também a Mercedes-Benz.

Li Shufu passou a deter uma posição acinista na Daimler superior ao fundo público do Kuwait, que tem 6,8% do grupo alemão e acima dos 3,1% da Renault-Nissan.

A compra da participação no capital da Daimler pelo multimilionário chinês foi avaliada em 7,2 mil milhões de euros.

Em 2010, o industrial chinês de 54 anos e dono da 10.ª maior fortuna da China, de acordo com a revista Forbes, comprou a sueca Volvo Cars.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de