Alemã Lufthansa entra na corrida à privatização da TAP

Presidente da Lufthansa, Christoph Franz
Presidente da Lufthansa, Christoph Franz

A companhia aérea alemã Lufthansa admitiu hoje ao Financial Times estar interessada na privatização da TAP, graças aos seus laços com o mercado latino-americano, e, em particular, o Brasil. A companhia junta-se, assim, ao grupo AIG (Iberia e British Airways) e à Colombiana Avianca na lista de interessados na companhia de bandeira portuguesa.

Leia aqui o artigo original

O presidente executivo da companhia,
Christoph Franz, defende que a Europa tinha demasiadas companhias aéreas e está neste momento a seguir o caminho certo, de consolidação, através de fusões. “A TAP é uma das maiores transportadoras a entrar no mercado da América Latina e só isso desperta logo interesse”, afirmou o presidente da Lufthansa ao Financial Times.

A entrada da companhia aérea alemã na corrida pela TAP revela-se uma contrariedade para a Iberia/British, já que o grupo AIG quer assegurar o crescimento precisamente na área da América do Sul.

O negócio de venda da TAP devia ficar concluído no início do segundo trimestre deste ano, porém o processo tem-se arrastado, estando apenas agora a ser escolhidos os assessores legais e financeiros para a privatização. Ontem soube-se que o BESI ficará como financial advisor, a par de um banco estrangeiro ainda não divulgado. O negócio não deve ficar completo antes de outubro ou novembo.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
(Rui Oliveira / Global Imagens)

Marcas aceleram nas promoções para tirar travão nas vendas

Fotografia: Gonçalo Delgado/Global Imagens

Resposta à pandemia traz riscos de má gestão e corrupção do dinheiro público

Restauração recuperou volume de negócios

CIP: 61% das empresas ainda não recebeu financiamento

Alemã Lufthansa entra na corrida à privatização da TAP