Alibaba

Alibaba prevê crescimento das receitas em 49% em 2018

A empresa de e-commerce espera obter lucros entre os 45% e os 49% no ano fiscal de 2018.
A empresa de e-commerce espera obter lucros entre os 45% e os 49% no ano fiscal de 2018.

O gigante chinês do retalho online prevê um crescimento das receitas entre 45% e 49% em 2018

O crescimento previsto fica abaixo daquele registado no final do ano fiscal de 2017, a 31 de março, em que a receitas cresceram 56%. O valor superou as previsões da empresa, que esperava crescer cerca de 48%.

Já para 2018, a gigante chinesa do retalho online espera um crescimento entre os 45% e os 49%, avançou esta quinta-feira, o diretor financeiro, Maggie Wu, durante uma conferência de investidores, em Hangzhou, na China.

Apesar de ter superado as metas de receita do primeiro trimestre, a empresa de e-commerce não deixou de mencionar a dificuldade de manter as estimativas de crescimento devido às mudanças nas taxas de imposto locais.

Maggie Wu adiantou ainda que o grupo vai renomear a sua métrica de “compradores ativos anuais” para “consumidores ativos anuais”, valorizando o crescimento do negócio na área do entretenimento.

A gigante do comércio eletrónico está a apostar em novas linhas de negócio na área da inteligência artificial e serviços de armazenamento na cloud.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
7. Aeroporto de Londres Heathrow

Oficial. Portugal fora do corredor turístico do Reino Unido

O ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva. ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Decisão do Reino Unido é “absurda”, “errada” e “desapontante”, diz Santos Silva

O primeiro ministro, António Costa.     MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

António Costa admite despedimentos na TAP com menos rotas e aviões

Alibaba prevê crescimento das receitas em 49% em 2018