Altice/Media Capital

Altice “reafirma compromisso” para comprar grupo Media Capital

A administradora delegada da Media Capital, Rosa Cullell (E), acompanhada pelo CEO da Altice Media, Alain Weill (2-E), do CEO do Grupo Altice, Michel Combes (2-D), e do Chairman e CEO da Portugal Telecom, Paulo Neves (D), fala durante uma conferência de imprensa sobre a compra da Altice sobre o grupo Media Capital. Fotografia: ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA
A administradora delegada da Media Capital, Rosa Cullell (E), acompanhada pelo CEO da Altice Media, Alain Weill (2-E), do CEO do Grupo Altice, Michel Combes (2-D), e do Chairman e CEO da Portugal Telecom, Paulo Neves (D), fala durante uma conferência de imprensa sobre a compra da Altice sobre o grupo Media Capital. Fotografia: ANTÓNIO PEDRO SANTOS/LUSA

Grupo dono da PT emitiu um comunicado este sábado reafirmando a sua estratégia em Portugal e diz que tem a verba para concretizar o negócio.

No comunicado, a que o Dinheiro Vivo teve acesso, a Altice vem reafirmar “o seu compromisso de aquisição do grupo Media Capital destacando que hoje este de forma reforçada faz parte integrante da sua estratégia enquanto grupo económico e empresarial.”

O Grupo Media Capital inclui, entre outros, a televisão TVI e a Rádio Comercial.

A empresa aproveita para esclarecer que, ao contrário do que chegou a ser noticiado, “a data de 13 de Abril não tem implicações definitivas na conclusão do negócio, antes sendo parte de uma cláusula contratual sempre existente em qualquer negócio relevante” e que continua a trabalhar “em estreita colaboração com a entidade competente, assegurando pontual e atempadamente as respostas a todas as questões que lhe são colocadas”.

POr fim, o documento sublinha que a Altice “tem. assegurado, desde o dia da assinatura do compromisso de aquisição da Média Capital, o financiamento necessário à realização desta operação, estando esse financiamento completamente garantido e disponível a ser utilizado no momento da conclusão da mesma”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
The World Economic Forum, Davos
Fabrice COFFRINI/AFP

Líderes rumam a Davos para debater a nova desordem mundial

Mário Centeno

Privados pedem ao Estado 1,4 mil milhões de euros em indemnizações

Luis Cabral, economista.
(Leonardo Negrão / Global Imagens)

Luís Cabral: “Pobreza já não é só ganhar 2 dólares/dia”

Altice “reafirma compromisso” para comprar grupo Media Capital