Madeira

Altice reforça prevenção nas zonas atingidas pelo furacão Leslie

Fotografia: D.R.
Fotografia: D.R.

A operadora portuguesa colocou no terreno centenas de técnicos, para garantir a normalidade das telecomunicações nos pontos mais atingidos da região.

A Altice Portugal alocou centenas de técnicos especializados em toda a Região Autónoma da Madeira, para garantir a normalidade das infraestruturas de telecomunicações nas zonas mais afetadas pela passagem do furacão Leslie. Com este reforço a operadora poderá responder prontamente a qualquer situação, principalmente nas zonas costeiras onde a agitação marítima pode afetar as infraestruturas de rede.

Segundo a Altice, a passagem da tempestade obrigou a menos de uma dezena de intervenções. A A O Gabinete de Crise da Altice Portugal já avisou que está em contacto com as autarquias, a Autoridade Nacional de Proteção Civil e as restantes autoridades. Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), a tempestade já se afastou do arquipélago da Madeira e está agora a caminho do continente.

“O Leslie está neste momento em aproximação ao território do continente com uma probabilidade de 95%. Ele deverá atingir como depressão pós-tropical, não como ciclone tropical ou furacão que foi até há muito pouco tempo”, adiantou à Lusa o meteorologista do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), Nuno Moreira.

A passagem do furacão Leslie já colocou 13 distritos em alerta vermelho. O IPMA alertou ainda que os efeitos vão ser mais sentidos na região do litoral centro a partir das 19h00 e os ventos poderão atingir os 180 km/hora.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

Lisboa, 16/07/2019 - Decorreu hoje parte de uma reportagem sobre, empregos criados pelas empresas de partilha de veículos em Portugal..
Acompanhamos a recolha, carregamento e reparação das trotinetes partilhadas da Circ.

(Orlando Almeida / Global Imagens)

Partilha de veículos dá emprego a mais de 500 pessoas

António Mexia, CEO da EDP. Fotografia: REUTERS/Pedro Nunes

Saída de clientes da EDP já supera as entradas

Outros conteúdos GMG
Altice reforça prevenção nas zonas atingidas pelo furacão Leslie