Coronavírus

Altice sobre moratória nas faturas. “Não quero avançar com medidas avulsas”

Alexandre Fonseca antes de uma entrevista nos estúdios TSF. É o Presidente Executivo (CEO) da Portugal Telecom e lidera a empresa de telecomunicações da Altice em Portugal.
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)
Alexandre Fonseca antes de uma entrevista nos estúdios TSF. É o Presidente Executivo (CEO) da Portugal Telecom e lidera a empresa de telecomunicações da Altice em Portugal. (Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Uma moratória no pagamento da fatura de telecomunicações tem de ser uma decisão do sector e não de cada operador, defende CEO da Altice.

Medidas como uma moratória sobre as faturas ou a atribuição de descontos de telecomunicações aos clientes nesta fase de crise do Covid-19 têm de ser uma medida estrutural do sector e não uma decisão de cada operador, defende Alexandre Fonseca, CEO da Altice, numa video conferência com jornalistas depois dos resultados de 2019 da companhia.

“Não quero avançar com medidas avulsas”, disse o gestor remetendo decisões para eventuais moratórias para a Apritel, a associação do sector. Foi num esforço concertado na Apritel que os operadores Altice, NOS e Vodafone atribuíram aos clientes particulares e empresas 10 gigas de dados móveis (para ser ativado até ao final de março), bem como assinaturas de canais premium desportivos, como a Sport TV, a Benfica TV e a Eleven Sports.

Uma oferta, lembra, feita antes de ser conhecida a suspensão do campeonato de futebol e de um conjunto alargado de modalidades desportivas. A Deco já analisou a oferta das operadoras e não fez uma avaliação positiva para a atual fase de vida dos consumidores, recolhidos em casa e usando o wi-fi.

Leia ainda: A Deco analisou a oferta de dados e canais das operadoras. Soube-lhe a pouco

“Continuaremos a ter uma extraordinária sensibilidade para analisar caso a caso todas as situações que se nos deparem em que cidadãos possam ter de ficar em alguma situação privados dos serviços de conectividade por questões de diversa ordem, não apenas financeira”, disse o gestor.

A Altice Portugal continuará a dar o seu contributo em Portugal, afirma Alexandre Fonseca, anunciando que na quinta-feira a operadora vai apresentar um projeto novo “para apoiar serviços de saúde com recurso à tecnologia”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
coronavirus turismo turistas

ISEG. Recessão em Portugal pode chegar a 8% este ano

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho. JOÃO RELVAS/LUSA

Pedidos de lay-off apresentados por 33.366 empresas

coronavirus lay-off trabalho emprego desemprego

Rendimento básico incondicional? “Esperamos não ter de chegar a esse ponto”

Altice sobre moratória nas faturas. “Não quero avançar com medidas avulsas”