Telecomunicações

Altice vende torres em Portugal e França por 2,5 mil milhões

Altice
Altice

É oficial. Cerca de 3 mil torres do Meo foram vendidas a consórcio formado pela Morgan Stanley Infrastructure Partners e Horizon Equity Partners

A Altice fechou um acordo para a vendas das torres de telecomunicações em França e Portugal por 2,5 mil milhões de euros. Como parte da transação, a Altice Europe irá criar uma das maiores empresas de torres de telecomunicações (TowerCo) da Europa, que inclui a TowerCo em França.

Em Portugal, o grupo dono do Meo chegou a um acordo com um consórcio, formado pela Morgan Stanley Infrastructure Partners e a Horizon Equity Partners, para a venda de 75% da empresa a ser criada em breve (Torres de Portugal ou ToP) que irá abranger 2.961 sites atualmente operados pela Altice. “A transação valoriza a Torres de Portugal em 660 milhões, representando um múltiplo altamente atrativo de 18.9x do EBITDA proforma de 2017 de 35 milhões de euros”, informa a Altice.

O acordo prevê a construção de construção de 400 novos sites, entre a Altice Portugal e a ToP, prevendo-se que o mesmo possa gerar cerca de 60 milhões de euros em receitas adicionais para a Altice Portugal nos próximos 4 anos, informa a operadora que fechou um contrato inicial de 20 anos para a utilização das torres da ToP.

“A transação foi estruturada tendo por base uma parceria de longo prazo entre a Altice Portugal e a Torres de Portugal, pelo que a Altice Portugal reinvestirá parte das receitas para deter uma participação financeira de 25%, em parceria com o consórcio”, informa a Altice em comunicado.

A ToP ficará com “o maior portefólio de torres do país” e “será a primeira empresa independente de torres de comunicações em Portugal”, destaca a Altice. A empresa irá permitir que “outras operadoras tenham acesso às torres e que possam expandir as suas redes 4G / 5G, em linha com as recentes recomendações do regulador português sobre partilha de infraestruturas”, reforça.

A operação deverá estar concluída no terceiro trimestre, sujeita à “efetiva separação de ativos e às condições habituais de conclusão deste tipo de processos”.

Torres em França vendidas a KKR

Em França, o grupo de Patrick Drahi chegou a um acordo exclusivo para a venda de 49,99% da futura empresa a ser criada com a SFR. A futura SFR TowerCo terá 10,198 sites de torres atualmente a serem operadoras pela SFR. A operação avalia a companhia em 3,6 mil milhões de euros, valor que representa um múltiplo de 18.0x do EBITDA proforma de 2017 de 200 milhões.

A Altice fechou ainda um acordo para construção de 1200 novos sites entre a SFR e a SFR TowerCo que deverá gerar receitas adicionais de 250 milhões de euros para a operadora francesa nos próximos quatro anos. A SFR fechou ainda um acordo de 20 anos para a utilização destas torres.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Visita de Angela Merkel à Bosch, em Braga. A chanceler alemã foi
acompanhada pelo primeiro-ministro, António Costa.
Fotografia: Artur Machado/ Global Imagens

O país aguenta uma nova crise? Agências de rating divididas

Lisboa, 19/7/2019 - Eduardo Marques, Presidente da AEPSA- Associação das Empresas Portuguesas para o Sector do Ambiente-  uma associação empresarial, criada em 1994, que representa e defende os interesses coletivos das empresas privadas com intervenção no setor do ambiente,
(Reinaldo Rodrigues/Global Imagens)

Eduardo Marques. “Há um grande espaço para aumentar as tarifas da água”

Fotografia: Gleb Garanich/ Reuters.

Greve: Ryanair diz que não houve cancelamento de voos esta manhã

Outros conteúdos GMG
Altice vende torres em Portugal e França por 2,5 mil milhões