Amazon pode enfrentar multa de 425 milhões por violações de privacidade

A empresa de Jeff Bezos terá utilizado dados pessoas dos utilizadores da plataforma sem autorização.

A Amazon está sob ameaça de uma multa de mais de 425 milhões de dólares (cerca de 349 milhões de euros) por infrações ao Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia. Em causa, está a utilização indevida de dados pessoais de clientes.

A concretizar-se a multa, será a maior de sempre ao abrigo desta legislação.

O Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) europeu estabelece a obrigatoriedade das empresas obterem o consentimento dos utilizadores para usar os seus dados pessoais. Caso contrário, enfrentam pesadas pesadas.

A informação é avançada pelo Wall Street Journal, com base num documento da comissão de proteção de dados do Luxemburgo, que está a liderar o processo de investigação. A sede europeia da Amazon está instalada no Luxemburgo.

Entretanto, o organismo luxemburguês já contactou as outras 26 autoridades nacionais de proteção de dados da UE para avançar com a ação.

Em maio, o Tribunal Europeu da Justiça anulou uma decisão da Comissão Europeia, que exigia que a Amazon pagasse 250 milhões de euros em impostos ao Luxemburgo por "ajudas estatais ilegais"

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de