Energia

Amorim Energia estará a preparar venda de posição na Galp

(Pedro Granadeiro/Global Imagens)
(Pedro Granadeiro/Global Imagens)

Segundo o El Confidencial, com a destituição de Isabel dos Santos da Sonangol e a morte de Américo Amorim, desaparecem "laços históricos"

A notícia é avançada pelo jornal espanhol El Confidencial. Citando “fontes próximas” da Amorim Energia, acionista maioritária da Galp, o jornal revela que a empresa estará a considerar a venda de uma parte da posição que detém na petrolífera nacional.

Segundo o El Confidencial, com a destituição de Isabel dos Santos da Sonangol e a morte de Américo Amorim, desaparecem os “laços históricos” que uniam os investidores.

A Amorim Energia detém 33% da Galp e é, por sua vez, detida em 55% pelo Grupo Amorim e em 45% pela Esperaza Holding. Esta última é propriedade da Sonangol (45%) e de Isabel dos Santos.

Mas a destituição de Isabel dos Santos da Sonangol pelo novo presidente angolano, João Lourenço, veio destabilizar a relação entre as partes e provocar um “distanciamento” entre os acionistas da Galp.

No início de fevereiro, numa notícia do jornal Expresso, a Sonangol afirmava nunca ter recebido os dividendos da Galp. Em causa estavam 438 milhões de euros que deveriam ter sido pagos entre 2012 e 2016. O governo angolano acusou Isabel dos Santos de ter retido o dinheiro. A notícia foi prontamente desmentida pela empresária angolana nas redes sociais.

Segundo o El Confidencial, a falta de “margem de manobra” de Isabel dos Santos na Sonangol e o falecimento de Américo Amorim farão com que as duas partes “soltem as amarras na sua relação na Amorim Energia”.

A posição da Amorim Energia na Galp está avaliada em 3,8 mil milhões de euros. O jornal sublinha que a possível venda de uma parte da Galp é uma “oportunidade” no setor petrolífero, e acontece numa altura de grandes movimentações no setor em Espanha.

Entretanto, a empresária angolana Isabel dos Santos recorreu ao Twitter para desmentir a informação, sublinhando que a notícia é “falsa”.

(Notícia atualizada às 10h43 com a reação de Isabel dos Santos)

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa (E), conversa com o ministro de Estado e das Finanças, Mário Centeno (D), durante o debate parlamentar de discussão na generalidade do Orçamento do Estado para 2020 (OE2020), esta tarde na Assembleia da República, em Lisboa, 09 de janeiro de 2020. MIGUEL A. LOPES/LUSA

Subida do PIB em 2019 chega aos 2,2% com revisão nas exportações de serviços

Foto - Leonardo Negrao

Deco: seguros de saúde não cobrem coronavírus, seguros de vida sim

Foto: D.R.

Easyjet. Ligações de Portugal com Itália não serão afetadas, por enquanto

Amorim Energia estará a preparar venda de posição na Galp