CGD propõe distribuição de 137,2 milhões em dividendo adicional ao Estado

Dividendos entregues ao Estado, referentes aos resultados de 2021, totalizam assim 378,2 milhões de euros, informa o banco público.

Dinheiro Vivo
O presidente da Comissão Executiva da CGD, Paulo Macedo © JOSÉ COELHO/LUSA

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) propôs a distribuição de um dividendo adicional ao Estado no valor total de 137,2 milhões de euros, a somar aos 241 milhões euros já anunciados, informou a CGD em comunicado.

Ou seja, o governo pode contar com um total de 378,2 milhões de euros de dividendos do banco público referentes aos resultados do ano passado. O banco liderado por Paulo Macedo apresentou um lucro consolidado de 583,4 milhões de euros em 2021.

"A Caixa dispõe de uma situação financeira robusta, pelo que a alteração do montante a entregar ao acionista não prejudica a sua capacidade de cumprir com os requisitos legais e regulamentares, designadamente, prudenciais, incluindo o MREL (Minimum Requirement for own funds and Eligible Liabilities). A proposta efetuada tem também em consideração as comunicações estabelecidas com as entidades de supervisão sobre esta matéria", lê-se na nota à imprensa.

"Após a concretização do pagamento destes dividendos, a CGD totaliza 961,8 milhões de euros devolvidos aos contribuintes", acrescenta ainda o banco.

Mais Notícias

Veja Também

Outros Conteúdos GMG