EDP Comercial desce preços em média em 2,6% a partir de julho

"Esta atualização pretende repor as condições que os clientes tinham no início do ano", refere fonte oficial da EDP Comercial.

Dinheiro Vivo/Lusa
Loja da EDP na zona do Marquês de Pombal, em Lisboa (Imagem de arquivo) © PATRICIA DE MELO MOREIRA / AFP

A EDP Comercial vai reduzir os seus preços, em média, em 2,6% a partir de julho, depois de os ter atualizado "excecionalmente em maio", disse hoje fonte oficial da empresa à Lusa.

"Ao longo dos últimos anos, a EDP Comercial tem procurado garantir estabilidade aos seus clientes residenciais no decurso do ano", referiu.

No entanto, disse a elétrica, "devido ao impacto substancial do contexto internacional no custo de aquisição de energia, a empresa atualizou preços excecionalmente em maio".

Agora, "a EDP considera ter condições para, a partir de julho, reduzir os seus preços em média em 2,6%. Esta atualização pretende repor as condições que os clientes tinham no início do ano", referiu.

A elétrica anunciou, em março, um aumento de 3% dos preços da eletricidade, uma atualização "em linha com o recente anúncio de ajuste da tarifa do mercado regulado", apontou a empresa.

Em abril, a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) divulgou uma proposta excecional de descida do preço da eletricidade em mercado regulado de 2,6% a partir de julho, indicou, em comunicado.

A ERSE indicou ainda que, "face ao preço médio de 2021, os consumidores observam em 2022 um acréscimo de 1,1% no preço de venda final (os preços em 2022 integram a decisão tarifária de janeiro de 2022, a revisão trimestral ocorrida em 01 de abril de 2022 e a proposta ora apresentada com preços a vigorarem a partir de 01 de julho de 2022)".

Desta forma, disse a entidade, "os consumidores domésticos de eletricidade observam assim, em cinco anos, uma redução acumulada" de "3,7% no preço final". Por sua vez, os consumidores com tarifa social continuam a beneficiar de um desconto de 33,8%.

Mais Notícias

Veja Também

Outros Conteúdos GMG